7 coisas assustadoras que você não sabia sobre o Estado Islâmico

26/11/2015 10:48
Você já deve ter ouvido falar do Estado Islâmico independente da sua idade, afinal, nos últimos 10 anos os noticiários já linkaramdiversos ataques terroristas a essa entidade embasada em religião, política e fatores sociais.
Mas como será que eles surgiram? E por que será que eles são tão populares? Qual a explicação para a série de ataques terroristas atribuídos a eles?
Abaixo colocamos 7 pequenos informes que vão te ajudar a sanar algumas dúvidas a respeito dessa entidade que está causando o pavor e a histeria na mente dos ocidentais:

1. Líder do Estado Islâmico

image-resizer.php
 
 
 
 
 
 
Ao contrário do que muitos acreditam, o Estado Islâmico é extremamente organizado, tornando-o então dificílimo de ser detido pelos demais exércitos, avançando sorrateiramente pela Síria e pelo Iraque. Uma das características que determinam essa ordem, disciplina e organização, é o fato de eles possuírem um líder. O autoproclamado califa, Abu Al-Baghadi, sendo tido como o próprio e pelos seus seguidores como representante e um dos sucessores de Maomé.
2. A Crise Política no Iraque e o envolvimento do EI
 
 
 
 
 
 
 
 
A crise socio-política que se estabelece no Iraque está diretamente relacionada ao início do Estado Islâmico. Desde 2003, quando ocorreu a invasão do exército americano posteriormente aos ataques de 11 de setembro em 2001. O EI acabou surgindo como um braço segmentado derivado da Al-Qaeda (responsável autoproclamada pelos ataques), baseado em uma ideologia de pan-islamismo.

3. Desligamento do Estado Islâmico Al-Qaeda

0207-al-shabab-tweet.jpg_full_600
 
 
 
 
 
 
 
Ao longo dos últimos anos, até mesmo a própria Al-Qaeda, veio reprimindo o extremismo e violência do EI, que  acabou optando por se desligar dela, por enxergar um exagero extremista em suas atitudes e imposições para seus seguidores vistas como absurdas.

4. Objetivos do Estado Islâmico

Claim_to_power_of_ISIS
 
 
 
 
 
 
O objetivo primordial do Estado Islâmico é ampliar seu alcance e poderio por todo o Oriente Médio, e paralelamente a isso, estabelecer vínculos e suporte com os seguidores europeus e das demais regiões do planeta, promovendo a balbúrdia, e o caos por intermédio de ataques terroristas, para perpetuar seu poder perante o mundo através do medo.

5. Estado Islâmico e a Guerra Santa

 
 
 
 
 
 
 
Os adeptos do Estado Islâmico acham que o restante das pessoas do planeta os interpretam mal. Na visão deles, eles executam uma missão sagrada de perpetuar sua doutrina filosófica, religiosa e política ao redor do mundo e que para haver paz, é necessário atitudes drásticas.

6. Adesão de Simpatizantes do Estado Islâmico

22360
 
 
 
 
 
 
A adesão de novos membros ao Estado Islâmico é impressionante, principalmente os provenientes  da Europa. O que mais repercute é que essa adesão em massa vai de contramão com a maioria que os ocidentais pensam.

7. Fuga da População

 
 
 
 
 
 
 
 
Países como o Iraque e a Síria estão sendo constantemente alvo da ação do EI, o que está gerando uma série de fugas em massa da população, com medo das ações extremas.
www.chorrochoonline.com
Informação entretenimento cultura e política
Fonte: Notíciariando

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!