ACM NETO DISPARA EM PESQUISA PARA GOVERNO DO ESTADO

25/08/2013 13:59


A disputa para suceder o governador Jaques Wagner continua acirrada. E não é só entre os pré-candidatos petistas. Em pesquisa realizada pelo Ibope, entre os dias 17 e 21 de agosto, com 1008 pessoas, o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) ocuparia a cadeira do governador. A pesquisa foi encomendada pela Federação dos Empregados no Comercio de Bens e Serviços do Estado da Bahia e Sergipe (Fecombase).

Na pesquisa estimulada, quando se apresenta o nome dos candidatos, a oposição aparece nas três primeiras colocações. Neto seria seguido por Paulo Souto, com 14% e o Geddel Vieira Lima, com 13%.

Da base do governo, a senadora Lídice da Mata (PSB) é a que melhor pontuou. Dos pré-candidatos petistas (Rui Costa, José Sérgio Gabrielli, Walter Pinheiro e Luiz Caetano), o senador foi o melhor colocado. Rui Costa – a aposta do governador – não apresentou o resultado esperado pelo governo. O secretário da Casa Civil perdeu para Pinheiro em todas as simulações.

Ainda na pesquisa estimulada a senadora obteve 6% dos votos, seguida de Walter Pinheiro com 4%. O vice-governador Otto Alencar (PSD) aparece com 2% e por último o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PDT), com 1% dos votos. Quem não pontuou foi o prefeito de Mata de São João, João Gualberto (PSDB).

Sem o nome de ACM Neto ventilando entre os candidatos, o presidente do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima teria 30%, mas perderia para o ex-governador Paulo Souto (DEM). Já Lídice da Mata seria a melhor colocada entre os candidatos da base do governo, ficando à frente ainda de Walter Pinheiro e Rui Costa.

Ainda na pesquisa, 37% dos entrevistados disseram querer mudanças totais na administração do estado. Outros 19% disseram que fariam poucas mudanças e 9% não mudariam.

 

www.chorrochoonline.com

CONECTADO COM VOCÊ

Fonte: Boção News

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!