AFASTADO DA BAHIA, SILVANO SALLES LANÇA 19º CD E NEGA RIXA COM PABLO s

20/04/2015 23:41
 
Se hoje o Brasil inteiro 'arrocha' ao som de Pablo, na década de 90, o representante legítimo do estilo musical era Silvano Salles. Nas serestas, bares, restaurantes e shows em todo o Brasil o hit 'Tô carente' embalava os corações apaixonados. O sucesso foi tão grande que, de lá para cá, o cantor já gravou 18 CDS e dois DVDS de carreira.
Atualmente, Silvano se prepara para lançar o 19º CD. "Esse novo projeto tem várias músicas inéditas, além de composições de alguns amigos e uma regravação de Ivete Sangalo, 'Beijo de Hortelã'. O carro chefe do disco é 'Perdoa amor', do compositor baiano Bruno Lima", conta o baiano em entrevista ao iBahia.
 
Por ser intérprete, Silvano explica que a proposta dos seus discos é mesmo cantar regravações, já que compor não é bem a sua praia. "Só escrevi uma música na vida que foi 'Amor à primeira vista'. Minha praia é mais regravar canções de outros cantores. Mas eu falo isso hoje... quem sabe amanhã eu não componho? Se eu parar para fazer, garanto que sai uma coisa boa. Eu tenho muita história boa da minha vida. No volume 20 vou me dedicar a isso. Vai ter muita sofrência", revela.

'Sumiço'

Com uma agenda cheia nos outros estados, Silvano não tem se apresentado em Salvador e tem aparecido pouco no interior da Bahia, onde era tão bem recebido pelo público. "Antes a gente só cantava em shows pequenos, mas aí a coisa foi crescendo. Começamos a fazer shows em outros estados do Brasil.  Tenho saudade de tocar aqui em Salvador e no interior. Mas se Deus quiser vou voltar a matar a saudade dos meus fãs", disse.
 
Apesar de não explicar ao certo sobre o 'sumiço' na Bahia, há quem diga que o sucesso de Pablo pode ter refletido nesse cenário. Questionado se há uma rixa entre os dois, Silvano é enfático. "Eu respeito o trabalho dele e ele o meu. Não existe rivalidade.  O arrocha sempre teve espaço para todo mundo, cada um tem sua oportunidade. É um estilo como outro qualquer. Nunca teve rivalidade", afirma o cantor, que ainda aproveitou a oportunidade para rasgar elogios ao 'Rei da Sofrência'.
 
"Pablo é um merecedor desse sucesso. É mérito dele tudo que conquistou até hoje. Antes da carreira solo ele já tinha passado por outras bandas, ralou muito. Muitas pessoas estão conhecendo a vida dele agora, mas eu como amigo sei o quanto ele lutou. Estou feliz pelo sucesso dele. É muito talentoso", ressalta. (Com informações Mural)
 
www.chorrochoonline.com
Informação entretenimento cultura e política

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!