Associações rurais de Abaré firmam parceria com Governo Federal

10/12/2015 10:08

Projetos aprovados no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) vão atender a mais de 5 mil famílias de baixa renda da região norte da Bahia

A Associação Agropecuária e Artesanal de Abaré (Florimel), e a Associação Comunitária de Desenvolvimento Social, Pecuária e Agricultura Familiar do Projeto Pedra Branca (Adesca), localizadas no norte da Bahia, foram selecionadas pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), do Governo Federal. O objetivo principal da parceria é fornecer produtos da agricultura familiar para pessoas de baixa renda do município, por meio do Centro de Referência em Assistência Social (Cras), que vai intermediar o repasse dos alimentos.

O contrato de adesão terá vigência de um ano.
Juntos, os projetos apresentados pelas associações rurais totalizam mais de R$ 300 mil. A previsão é de que o fornecimento comece em janeiro de 2016 e beneficie, diretamente, cerca de 5 mil famílias cadastradas no Cras de Abaré e do distrito de Ibó, com a oferta de banana, melancia, abóbora, alface e coentro. “Essa conquista fortalece nossa agricultura, pois os produtores já têm um mercado consumidor com preços fixos aguardando a produção, e também possibilita uma melhor geração de renda para os agricultores, garantindo que as famílias de baixa renda tenham o mínimo de alimento necessário na mesa”, destacou o tesoureiro da Florimel, Samoel José de Santana.

Em 2015, mais de 40 produtores das associações foram acompanhados pelo Sebrae de Paulo Afonso. Os trabalhadores participaram de palestras sobre Empreendedorismo no Campo, da oficina Como Vender para o Governo no Campo, e de consultorias para apoio à gestão de empreendimentos coletivos. O técnico do Sebrae, Fábio Alves, explica que a conquista é fruto da organização desses empreendimentos na zona rural. “Os produtores estão buscando conhecimento para melhorar a gestão dos negócios. E foi isso que possibilitou o acesso às políticas públicas governamentais. Com os projetos, os produtores têm destino certo para vender seus produtos e também vão contribuir com a receita municipal, já que os recursos vão circular na própria cidade”, frisa. (Ozildo Alves)


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!