Baianos vão usar novo dígito para fazer ligações

09/10/2014 13:08

Baianos vão usar novo dígito para fazer ligações

Em 2015, os baianos terão que colocar um número a mais na hora de fazer ligação para telefones móveis. A partir da mudança, o dígito “9” será acrescentado à esquerda dos atuais números de celular, que passarão a ter o seguinte formato: 9xxxx-xxxx. A implementação já existe nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo. E a partir do ano que vem, ainda sem data definida, será a vez de Bahia, Minas Gerais, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí. A medida, conforme Josemauro Rodrigues, assessor técnico da Anatel-BA (Agência Nacional de Telecomunicações), serve para aumentar a disponibilidade de números e atender a demanda da sociedade. “Existe uma demanda crescente da sociedade em todo o Brasil por números da telefonia móvel, por isso já estamos chegando ao nosso limite. Então, a Anatel, se antecipando, está tomando essa medida de acrescentar um dígito a mais e disponibilizar uma oferta maior de números”, explicou. Conforme Rodrigues, em 2010, quando a medida começou a ser aplicada, existiam 50 milhões e 600 mil chips ativos, um número considerado alto. “Além da procura cada dia mais crescente por chips para uso pessoal, temos a reativação dos números cancelados, demanda de máquinas de cartões de créditos que precisam de chips e requer um número específico. Ou seja, as diversas necessidades das pessoas aumentam ainda mais a procura, por isso procuramos sempre melhorar o nosso serviço”, afirmou. Ele explicou, ainda, que a medida está acontecendo de forma gradativa em diversos estados brasileiros, e até 2016 a expectativa é atingir todo o Brasil, com a exceção dos números de rádios. “A partir do dia 2 de novembro, os estados da Amapá, Amazonas, Pará e Roraima já passam a ter o nono dígito”, disse. As operadoras que atuam na Bahia, Oi, Tim, Vivo e Claro, já estão cientes e terão que se adaptar à nova proposta. “Elas são as primeiras a serem informadas, até porque têm que implantar o sistema na rede e as mudanças necessárias. Nos estados que já começam a valer mês que vem haverá um período de transição de 10 dias”. Segundo Rodrigues, isso vale também para qualquer estado. “Até dez dias após a medida entrar em vigor, o cliente ainda conseguirá efetuar ligação sem o dígito 9, porém ficará recebendo uma mensagem informando a obrigatoriedade do dígito. Essa é uma forma de agilizar a adaptação de todos”, pontuou o assessor da Anatel. A Anatel informa ainda que a nova medida já foi publicada na internet no site do órgão, incluindo uma cartilha de informações e um espaço de “perguntas frequentes”. A operadora Oi revelou a Tribuna da Bahia qual ação irá colocar em prática para facilitar a vida dos clientes. A empresa irá lançar o aplicativo gratuito “Oi 9º Dígito” que insere automaticamente o dígito 9 na frente dos números e pode ser utilizado por clientes de qualquer operadora. O novo aplicativo valerá também para os estados que ainda não foram afetados pela medida, como é o caso da Bahia. Isso vale para os usuários dos sistemas iOS e Android. Conforme a assessoria da Oi, o dispositivo permitirá que o cliente altere também os números da sua agenda, incluindo o dígito 9. “Quando cada localidade sofrer a alteração, o usuário será alertado. Ao abrir o aplicativo, ele verifica se algum número da agenda precisa ser modificado, sem a necessidade de o cliente editar cada número manualmente. Pelo aplicativo, o usuário também pode formatar os contatos e inserir o código do estado para que fique mais fácil efetuar as ligações quando ele estiver fora de sua cidade”, afirmou. Em nota, a operadora Tim informou que irá seguir o cronograma estabelecido pela Anatel no que diz respeito ao nono dígito. A Telefônica Vivo afirmou que irá veicular Comunicado Público nos principais jornais em data mais próxima à mudança. “Além disso, como realizado nos demais estados onde já houve a inclusão, a empresa enviará SMSs informativos aos clientes dos DDDs que receberão o 9º dígito, e também aos clientes de outros estados que realizam ligações para os DDDs afetados. Nos próximos meses será realizada também a comunicação em fatura aos clientes da região”, disse a assessoria de comunicação. A Vivo informou ainda que estenderá a divulgação para os seus canais de relacionamento, como call center, lojas, redes sociais e no site da Vivo. Já a Claro informou que “está preparada para atender a determinação da Anatel para inserção do nono dígito e está trabalhando para que esta mudança tenha o menor impacto possível para seus clientes”, disse. No momento da discagem, o nono dígito deverá ser acrescentado por todos os usuários de telefone fixo e móvel que liguem para telefones móveis desses estados, independentemente do local de origem da chamada. Entre os usuários a opinião é dividida. Uns acham que a complicação será decorar o número, outros acham importante a medida. “Eu acho um absurdo isso de ficar decorando toda hora um número diferente. Acho bom criarem algum aplicativo para colocar automaticamente”, disse a relações-públicas Rebeca Dias, 21. Já o administrador Adriano Souza, 25, achou importante. “Toda mudança gera um incômodo, mas com o tempo vamos nos adaptando. Se for para trazer benefício para nós acho válido”, pontuou.  (Tribuna da Bahia)


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!