Belfort espera 'melhor luta da história' nos médios; Weidman recua sobre críticas ao rival

18/05/2015 19:43

No sábado, dia 23 de maio, Chris Weidman e Vitor Belfort, finalmente, vão disputar o cinturão dos médios no UFC 187, em Las Vegas (EUA). E o brasileiro não espera menos do que a ‘melhor luta da história' da categoria.

"Eu fico treinando, me mantenho focado. Eu fico focado no que posso fazer. Eu sei que vai ser a melhor luta pelo título dos médios da história, estou muito ansioso", disse o desafiante em coletiva de imprensa por telefone, nesta quarta-feira.

O combate entre os dois foi adiado e remarcado diversas vezes, principalmente por seguidas lesões de Weidman. O primeiro duelo era para acontecer no UFC 173, há um ano, em maio de 2014, porém, Belfort acabou impedido de lutar depois que o tratamento de reposição de testosterona (TRT), o qual ele usava, foi banido pela Comissão Atlética de Nevada (NSAC).

Antes da decisão, em janeiro do ano passado, o norte-americano criticou o brasileiro e disse que "ele está se sentindo como o Hulk". Agora, porém, o tom mudou.

"Estou preparado para o melhor Vitor. Ele bateu três caras tops do mundo. Vitor mereceu a luta pelo cinturão. Um dos caras mais duros do mundo, é um oponente muito perigoso, e eu estou preparado para isso", afirmou Weidman.

O atual campeão dos médios não entra no octógono desde dezembro de 2013, quando venceu Anderson Silva na luta que ficou marcada pela grave lesão na perna esquerda do brasileiro. Desde então, Weidman amargou seguidas lesões e agora, finalmente, está saudável.

"Você se machuca, você volta mais forte. Eu estou bem e não estou preocupado. Vitor sempre esteve na minha mente. Eu estou focado no auto aperfeiçoamento em cada aspecto da vida", falou.

ESPN.com.br


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!