BNDES cortará crédito em 20% no ano que vem

05/11/2013 14:45

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que o banco de fomento terá recursos de R$ 150 bilhões de reais em 2014; a cifra esperada para este ano é de R$ 190 bilhões

Prédio do BNDES no Rio de Janeiro

Prédio do BNDES no Rio de Janeiro (Vanderlei Almeida/AFP)

Os recursos liberados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em 2014 deverão ficar em 150 bilhões de reais, cerca de 20% abaixo dos 190 bilhões de reais esperados para este ano. A indicação foi dada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, em entrevista à agência de notícias ‘Bloomberg’, num esforço para indicar que a política de repasses aos bancos públicos será desmontada e para recuperar a credibilidade das contas públicas com os investidores estrangeiros e agências de classificação de risco.

Esta sinalização teve início em setembro e passou a ser assumida nas declarações públicas de Mantega e do presidente do BNDES, Luciano Coutinho, a partir de outubro. Coutinho passou a indicar que o banco de fomento concentraria seus esforços no financiamento aos investimentos em infraestrutura.

Para dar conta dos valores recordes de desembolso projetados para este ano, o BNDES precisava continuar recebendo aportes do Tesouro Nacional, para complementar seu capital, mantendo-se a política iniciada em 2009. Os 190 bilhões de reais previstos neste ano exigiriam aporte extra de cerca de 30 bilhões de reais do Tesouro Nacional no segundo semestre.

 

www.chorrochoonline.com

CONECTADO E INFORMANDO BEM VOCÊ

Fonte: Veja


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!