Canindé do São Francisco-SE: polícia federal realiza a maior apreensão de crack do Brasil.

03/07/2014 12:37
 

Um recorde de apreensão de drogas foi batido na madrugada deste domingo em Canindé do São Francisco (Sertão), onde agentes da Polícia Federal apreenderam um caminhão que transportava 202,5 quilos de crack – a maior apreensão da droga já feita no Brasil.
A carga estava escondida nos tanques de gasolina do Volvo com placa GWS-0302/SP, que foi parado na rodovia SE-206, próximo à entrada da cidade, também transportava cerca de 32 toneladas de milho. O fluminense Greuber Aristóteles Ribeiro, 64 anos, que dirigia o caminhão, foi preso em flagrante.
De acordo com a PF, o bloqueio em Canindé foi montado como parte da Operação Copa do Mundo, que visa reforçar as blitzes de fiscalização nas fronteiras do país e nas divisas de todos os estados, em busca de armas, drogas e foragidos.
A ação também, acontece em rodovias, portos e aeroportos. Em uma das abordagens, os agentes pararam o caminhão, que havia saído do estado de Goiás. Ao ser pedida a documentação fiscal da carga de 32 toneladas de milho que transportava, Greuber demonstrou excesso de nervosismo, o que chamou a atenção dos policiais.
Outros dois fatos despertaram a desconfiança dos policiais: a constatação de que o veículo havia sido recentemente pintado, em especial, nos tanques de combustível, e a rota escolhida pelo caminhoneiro, considerada completamente estranha e que ele não soube explicar o motivo de estar trafegando naquela região. Isto, segundo os policiais, porque a carga de grãos estava sendo levada para Recife (PE).
Assim, carreta e condutor foram encaminhados à sede da Polícia Federal em Sergipe onde, após detalhada vistoria, foi descoberta a adulteração no tanque de combustível e encontrados, dentro dele, os 202 quilos de crack acondicionados em forma de tabletes. Foi, então, dada voz de prisão ao motorista que, durante o interrogatório, não confessou a origem nem o destino do entorpecente apreendido. As investigações prosseguirão a fim de verificar o proprietário da droga, destinatário final e outros eventuais participantes do crime.
O indiciado, que responderá pelos crimes de tráfico interestadual de entorpecentes, nos termos dos artigos 33 e 40, III da Lei 11.343/2006, com penas previstas de até 25 anos de prisão, foi encaminhado à Delegacia Plantonista (Centro). O processo irá tramitar na 4ª Vara Criminal de Aracaju.
                 www.chorrochoonline.com

                Fonte: Blog:Barra Fuxico


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!