Deputado peemedebista saudou aniversário de emacipação de Abaré

22/07/2013 20:04

 

 

                                                       

                                                  Peemedebista saudou aniversários de emancipação de Abaré, Baixa Grande, Irajuba e Itaquara

 

Tavares apresenta moção para 4 municípios
 


 

O deputado Pedro Tavares (PMDB) apresentou moção de congratulações na Assembleia Legislativa para comemorar o aniversário de emancipação política dos municípios de Abaré, Baixa Grande, Irajuba e Itaquara. O parlamentar resgatou a história de fundação das cidades e felicitou os munícipes com votos de progresso e desenvolvimento. "É com muita alegria que parabenizo os municípios de Abaré e Irajuba pelos seus 51 anos de emancipação política, o município de Baixa Grande pelos seus 128 anos de existência e a cidade de Itaquara, pelos 87 anos de fundação", destacou Pedro Tavares.


ABARÉ

De acordo com as informações apresentadas pelo deputado, a região era primitivamente habitada por indígenas. Na primeira metade do século XIX, Nicolau Tolentino, procedente de Salvador, chegou para administrar terras recebidas de seu pai por doação, organizando a fazenda Abaré, local onde posteriormente edificou a capela de Santo Antônio. Em torno da construção religiosa foram erguidas outras moradias, formando-se um povoado com a mesma denominação da fazenda. Município criado com parte dos territórios dos distritos de Abaré e de Ibó, desmembrados de Chorrochó.


BAIXA GRANDE

O povoamento do território de Baixa Grande iniciou-se na primeira metade do século XVIII por aventureiros que se estabeleceram e desenvolveram a agropecuária. A partir de 1861, o povoamento foi intensificado com a chegada de famílias procedentes de Santana do Camisão, atual Ipirá. Formou-se o lugarejo de Baixa Grande. Em 1872, o arraial foi elevado a freguesia e, em 1885, criou-se a vila de Baixa Grande. Transferiu-se a sede municipal para o povoado de Santa Luzia do Lajedo, em 1906, mudando-se o topônimo para Capivari.


IRAJUBA

Irajuba originou-se da antiga fazenda Flores, de propriedade de José Marinho dos Santos, sob jurisdição territorial do município da Santa Inês. Transformou-se em povoado e, posteriormente, no distrito Flores. Sua emancipação política se deu em 16 de julho de 1962. A atividade econômica da cidade destaca-se com a agropecuária. Na agricultura, com o cultivo da mandioca, café e sisal. Já, na pecuária, Irajuba destaca-se com o gado bovino, principalmente o de corte.


ITAQUARA

No século XIX, dom João VI concedeu uma sesmaria na região ao bandeirante Manoel Souza Santos. Formou-se um povoado chamado Caldeirão do Diogo, baseado no comércio de gado. Em 1918, foi criado o distrito de Caldeirão, pertencente ao município de Areia. Em 1924, o distrito passou a fazer parte do município de Santa Inês. O município foi criado com território desmembrado do município de Santa Inês, por força de lei estadual de 19 de julho de 1926, com a denominação de Itaquara.

 

www.chorrochoonline.com

CONECTADO COM VOCÊ

Fonte: Diário Oficial do Legislativo :: Ano · XCVII · Nº 21.186

liderançada.gov.br


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!