Eduardo Campos diz que atual modelo político do país “esclerosou e faliu”

30/07/2014 20:22

cni_camposTerceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto, o candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, disse hoje (30) a empresários da indústria que o atual modelo político do país, baseado na coalizão de partidos,“esclerosou e faliu” e, por isso, precisa ser revisto para viabilizar as mudança que possibilitem tornar o país mais competitivo. “Precisamos compreender que a solução antes da economia é na política”, disse. Além de Campos, foram convidados para a sabatina os candidatos de PSDB, Aécio Neves, e do PT, Dilma Rousseff.

Durante abertura de sabatina dos presidenciáveis promovida pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), Eduardo prometeu comandar uma reforma política que acabe com “essa lógica patrimonialista, fisiologista e atrasada que tem a cabeça no século 19”.

Campos disse que o Brasil vive o desafio do desenvolvimento industrial para fazer o setor sair da estagnação. “Essa é uma situação que exige de nós uma reflexão profunda, mais do que uma simples crítica ou buscar culpados e responsáveis. Responsáveis somos todos nós. Temos potencialidades enormes, temos desafios antigos e novos criados na conjuntura mais recente do país por uma governança macroeconômica que precisa ser revista”, concluiu. (Fonte/foto:Agência Brasil)

www.chorrochoonline.com

Informação Entretenimento e Cultura

Fonte: Carlos Britto


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!