Estado autoriza aporte de R$ 4,5 milhões e reforça apoio aos municípios da região de Sobradinho

20/11/2015 22:47

O Governo do Estado autorizou, nesta sexta-feira (20), o aporte de R$ 4,5 milhões para dar apoio aos municípios que margeiam o Rio São Francisco. Também nesta sexta, mais quatro caminhões contendo equipamentos para captação de água foram enviados às cidades de Remanso, Casa Nova, Sento Sé, Pilão Arcado e Sobradinho. A iniciativa da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) faz parte do conjunto de medidas para minimizar os impactos do abastecimento na região devido à redução do nível da Barragem de Sobradinho. 

Na última semana, seguiram seis caminhões e outros cinco devem partir, até a próxima quarta (25), totalizando 15. Os equipamentos que estão sendo desembarcados no núcleo regional da Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), em Juazeiro, de onde serão distribuídos às prefeituras. 

Além de tubos foram enviados 17 conjuntos motobomba a diesel, mangotes de sucção completos, conjuntos de saída, bombas e tubos de engate rápido cedidos pela Secretaria da Agricultura do Estado (Seagri), numa ação conjunta com a SIHS. Novas aquisições de materiais estão previstas para os próximos dias, para atendimento aos demais municípios, localizados às margens do Rio São Francisco, nos trechos que ficam a montante e a jusante da barragem. 



Nível da barragem



“Essas ações são o reflexo de uma decisão recente do governador Rui Costa, já que estamos enfrentando a mais grave seca que atinge [a região], desde a inauguração da Barragem de Sobradinho”, disse o titular da SIHS, Cássio Peixoto. Segundo ele, “o aporte de recursos e o envio de equipamentos são necessários porque, com a redução do nível do reservatório, o relevo plano da região favorece o afastamento entre a água e os pontos originais de captação, o que acarreta diversos problemas às prefeituras e ameaça a segurança hídrica das populações ribeirinhas”.

A Barragem de Sobradinho está hoje na cota 381, com volume total disponível de 6,052 bilhões de metros cúbicos de água, o equivalente a 17,74 % da sua capacidade total de armazenamento. Desse volume, 5,45 bilhões de metros cúbicos são considerados volume morto. Com a recente chuva na cabeceira da Bacia do São Francisco já é registrado aumento significativo na afluência de água na Barragem de Três Marias, que passou de 76 para 261 m³/s, entre 15 e 19 de novembro. A Barragem de Sobradinho também está aumentando, na proporção de 10 m³/s ao dia, tendo subido de 500 para 590 m³/s.

O secretário ressaltou que, no caso de Sobradinho, o volume é considerado morto apenas para efeito de geração de energia. A água pode ser captada das margens do lago para diversos usos, onde o volume é suficiente para manter o Rio São Francisco correndo a jusante por um período de três meses ou mais. “A nossa preocupação imediata é com os municípios localizados na borda do lago. [São] eles, portanto, que estamos dando prioridade já que a jusante da barragem temos fôlego extra garantido pelo volume existente no lago”, disse Cássio Peixoto. 

 

www.chorrochoonline.com

Informação entretenimento cultura e política

Fonte: Secom  - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

Foto: Ascom/SIHS


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!