ESTIAGEM PREJUDICA NAVEGAÇÃO NO SÃO FRANCISCO

30/07/2014 07:53
Empurrador/Franave Foto Farnésio Silva

Empurrador/Franave                          Foto Farnésio Silva

A estiagem que assola o Nordeste afetou a vazão do São Francisco o baixo nível do rio tem sido fator de preocupação para a Região. A quantidade de água liberada pela Barragem de Sobradinho caiu quase 20%, o que tem prejudicado a navegação. Atualmente, apenas duas barcas fazem a travessia de Juazeiro, no norte baiano, até Petrolina, maior economia do Sertão de Pernambuco. Empresas que transportam produtos, como caroço de algodão, pela hidrovia também estão paralisando suas operações.

As maiores embarcações, que têm capacidade para até 110 passageiros, deixaram de navegar. O baixo nível do rio deixa aparecer, em seu leito, pedras e bancos de areia.

Segundo o membro do Comitê da Bacia Hidrográfica, só a revitalização do Velho Chico pode ajudar a solucionar o problema. “Tem que haver a revitalização do rio. Você vê as duas cidades, as maiores da região, como Petrolina (PE) e Juazeiro, continuando a jogar esgoto no rio”, afirmou Israel Barreto ao portal G1

O comitê informou que a vazão razoável para viabilizar a navegação no rio é entre 1.300 e 1.400 metros cúbicos por segundo. Mas, atualmente, a vazão praticada pela Barragem do Sobradinho está em torno de 1.100 metros cúbicos por segundo.

Segundo a Companhia Hidroéletrica do São Francisco (Chesf), a vazão foi reduzida porque o lago de Sobradinho está com apenas 44% da sua capacidade total. Ele assegura não haver risco de racionamento de energia, mas também não há previsão de aumento da vazão.

www.chorrochoonline.com

Informação Entretenimento e Cultura

Fonte: Blog do Fornesio/Pernambuco 247


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!