Famílias que antes se digladiavam no sertão hoje são exemplos de paz para o Brasil e o Mundo

14/07/2015 21:31

 
 
As famílias, Russo, Claudio, Nogueira, Bemvindo e Araquan, que antes se digladiavam levando medo e pânico para todo o sertão de Pernambuco, por conta de um sangrento confronto que durou mais de uma década, hoje vivem em paz e harmonia e acima de tudo, com o mutuo respeito de um para com o outro entre os membros de todas as famílias. No ano de 1999 os lideres de todas as famílias envolvidas no confronto, Vavá Araquan, Joselito Nogueira, José Neto Bemvindo, Pompeu de Claudio e Barná Russo, juntos com Rogério Carlos, que também é membro da família Aranquan, costuram um acordo de Paz, com a anuência da Igreja Católica, Autoridades políticas e do Poder Judiciário, mas, sobre tudo, com a permissão e a benção de Deus. Acordo esse que vem sendo celebrado todos os anos, essa foi a 16ª celebração em que todas as famílias do sertão se juntam as envolvidas e festejam em nome da Paz, a renovação do acordo de Paz se dá a cada minuto basta um novo encontro entre os membros dessas famílias.
O encontro desse domingo dia 12 de julho de 2015, aconteceu no Distrito do Ibó que pertence ao Município de Belém do São Francisco. A missa foi celebrada pelo Bispo Diocesano de Floresta, Dom Gabriel. Na mensagem as famílias o religioso enfatizou a importância da convivência de todos sem o ódio e sem o rancor, bem como, motivado pelo desejo de promover a Paz. O Bispo disse ainda que quando o ser humano se predispõe a se esvaziar da arrogância e da prepotência, já é um gigantesco passo dado na construção da Paz. Por isso pontuou, o Bispo. É que hoje a região celebra 16 anos de Paz, por que lá atrás os membros dessas famílias deram exemplos ao mundo, de que é possível sim, construir um modelo de Paz duradoura, basta se desfazer dos sentimentos menores e que em nada contribui no convívio harmonioso entre os povos.
 
A Igreja do Distrito do Ibó ficou pequena, tanta gente que foi ao encontro da celebração da Paz. Gente que faz parte de uma das famílias, gente que apenas mora na região e ora a Deus para que a Paz seja permanente. Também autoridades de varias cidades da região, estavam presentes entre tantos, o prefeito de Cabrobó, Auricélio Torres, o vice prefeito, Romero Gomes, secretários, entre eles Marizan Rodrigues, os vereadores, Paulo Gonçalves, Barná Russo, Duda Caldas, Ramsés Sobreira e Moacy Rocha, também o ex prefeito Eudes Caldas e o presidente do sindicato dos trabalhadores, Antonio de Nestor. Também estiveram presentes autoridades de Belém do São Francisco, secretário do Interior Acácio, secretário de Educação, Elio Roberto, secretário de articulação, Rogério Carlos, os vereadores, Vandinho Marcula, Zé Neto, Quinca Valdivino e Antonio de Eurípedes, também o ex vereador Joselito Nogueira. Também estiveram presentes os deputados estaduais, Rodrigo Novaes e Lucas Ramos.
Ficou acordado entre as famílias que o próximo encontro ano que vem, será em Cabrobó sob a responsabilidade das famílias, Claudio e Russo. No momento das falas foram direcionadas algumas criticas ao governo do estado, também foram muitas as cobranças aos governantes, sobre tudo, de ações que possam gerar oportunidades para o homem do campo. Rogério Carlos Araquan enfatizou que o trabalho e a ocupação dos jovens é uma oportunidade para que esses não pensem em violência. Paulo Gonçalves que é membro da família Claudio, também vereador do PT de Cabrobó, aproveitou a oportunidade e fez indiretamente uma critica ao prefeito da cidade, segundo ele a grandeza de um líder está quando o mesmo, tem atitudes e gestos, que possam contribuir com a construção da Paz, não promover a discordância entre pai e filho e desarmonizar lares de sua cidade. (Via: Blog do Didi Galvão)

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!