Filho de Iemanjá com Oxossi, Eike Batista despachou R$ 700 mil em cesta de oferendas

01/03/2016 21:26
Filho de Iemanjá com Oxossi, Eike Batista despachou R$ 700 mil em cesta de oferendas
Foto: Divulgação
No último Dia de Iemanjá, 2 de fevereiro, a Rainha do Mar recebeu um presente para ninguém botar defeito. Eike Batista despachou no mar de Ipanema, na Zona Sul do Rio, uma oferenda no valor de, aproximadamente, R$ 700 mil. Aconselhado por videntes a ‘fazer as pazes’ com a orixá, o empresário enviou um barco com flores, perfumes importados, garrafas de champanhe, imagem da entidade e 700 moedas de ouro. “Falei com ele que tudo o que havia tirado do mar teria que ser devolvido e agradecido. Tudo que ele explorou nos últimos anos estava ligado ao oceano”, diz um destes videntes ao jornal Extra.
 
As moedas colocadas na oferenda não têm um valor exato, mas para ter uma ideia, uma destas moedas, que são comemorativas da Copa do Mundo de 2014, pode ser encontrada no mercado por R$ 1 mil. O despacho aconteceu numa cerimônia que contou com a participação de Eike, a tripulação da lancha utilizada e o pai de santo. “Ele vai voltar a ser o homem mais rico do Brasil em questão de meses”, profetiza. Em junho de 2015, na primeira entrevista que deu após meses sem fazer declarações públicas, Eike Batista disse que sua dívida de US$ 1 bilhão, cerca de R$ 4 bilhões, estava zerada e que ele iria recomeçar.
 
Esta não é a primeira vez que Eike Batista recorre ao oculto, Supersticioso, o empresário chegou a ir para Cusco, no Peru, após os conselhos de uma vidente carioca que o mandou alinhar os chacras e a fazer uma readaptação cósmica. O ex-marido de Luma de Oliveira ficou deitado por pelo menos cinco minutos no alto de uma colina, meditando sobre seu futuro. Depois disso, por indicação de um guia, chegou até uma mulher que fazia previsões com folhas de coca. Na mesma viagem, nos anos 90, deu de cara com um sol inca, numa barraquinha de souvenir, e teve a ideia de colocar aquele símbolo como logomarca de suas empresas.
 
Ao jornal Extra, o mago Ubirajara Pinheiro, velho conhecido de Eike Batista, falou sobre a espiritualidade e religiosidade do empresário. “O aconselhei assim como aconselho a todos. Eike sabe que é filho de Iemanjá com Oxóssi, Nossa Senhora e São Sebastião. Quantidade não é questão de fé. A fé é maior sempre. Você pode me dar potes de ouro e uma broa de milho, que adoro, e eu preferir a broa...”, disse ele – que também acredita que Eike estava “endividado espiritualmente”. “Você não retira o minério da terra sem agradecer, sem devolver a ela benfeitorias. Nem sempre estamos preparados para os castigos de Deus, e só vamos perceber o que fizemos depois”, finalizou.
 
www.chorrochoonline.com
Fonte:Holoforte

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!