FUNCIONÁRIOS DA BANDA DO ROBYSSÃO PODEM LEVA-LO À JUSTIÇA

29/03/2014 18:10
Ostentação? Robyssão é acusado de calote por ex-funcionários da banda

 

 
O cantor baiano Robyssão é conhecido pelo público baiano por promover o 'pagode ostentação'. Nos shows, o artista esbanja fartura. Champanhe e dinheiro são jogados para o alto e correntes de ouro, que são popularmente conhecidas como 'batidões', não faltam ao vestuário e sempre muitas mulheres. Mas quem vê as apresentações de Robyssão não imagina que ele é acusado pelos ex-funcionários e pela mãe de um filho dele, de ser mau pagador.
 
Seis pessoas foram demitidas da banda pelo cantor. Segundo os ex-funcionários do Bailão do Robyssão, que entraram em contato com a redação do Bocão News, após o desligamento da banda, nenhum dos trabalhadores receberem os direitos previstos na Constituição.
 
Além do não pagamento, os trabalhadores reclamam do tratamento dados aos ex-funcionários e da forma desrespeitosa com que, segundo eles, Robyssão vem tratando quem foi demitido.
 
“Me botaram para fora e nem me comunicaram. Soube por terceiros. Perguntei como ficaria meus direitos e o produtor disse que iria falar com Robson (Robyssão). Depois disso não me atenderam mais”, declarou o técnico de iluminação Emilson Silva, o Boró, que trabalhou para o grupo por sete meses.
 
A insatisfação é generalizada entre os ex-funcionários e nem o amigo de infância escapou. Fabrício Parra, que conhece Robyssão desde antes do sucesso, disse que também foi retirado da banda sem nenhuma cerimônia e, como os outros seis, também não foi pago. 
 
“Ele (Robyssão) diz que está sendo orientado (a não pagar) pelo advogado. O cara que é honesto e quer pagar, manda fazer os cálculos e paga. Me tirou da banda e não me atende mais. Ele mostra ser que não é. Não é essa pessoa boazinha. Essa coisa de ostentação que ele mostra não condiz com a realidade. Deve a todo mundo. Pais de família estão sem receber”, criticou Fabrício Parra.
 
O operador do Led Sandro está na mesma situação os outros demitidos por Robyssão. “Meu caso é igual o das outras pessoas. Não me pagou e não atende mais as ligações”, criticou.
 
Negociações em abril
 
A reportagem do Bocão News entrou em contato com a produção da banda que negou que o não pagamento aos ex-funcionários seja uma prática de Robyssão.
 
“Todos que saíram Robson está tentando negociar. Os que saíram e negociaram, pagamos o que foi determinado a Justiça. O que acontecem é que eles saem da banda e pedem uma fortuna. Aí o advogado orienta a gente para que faça o acordo judicial. Vamos começar a partir do início de abril porque a banda estava de férias. Estou surpreso por eles terem ligado para aí. Não é uma prática da banda fazer isso”, declarou.
 
www.chorrochoonline.com
CONECTADO COM VOCÊ
Fonte: Radio Web Juazeiro

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!