GEÓLOGO AFIRMA QUE ALTERAÇÃO NA VAZÃO DO SÃO FRANCISCO VAI REDUZIR CERCA DE UM TERÇO DAS ÁGUAS DO RIO

16/04/2013 12:24


 

A redução das vazões dos reservatórios de Sobradinho (BA) e Xingó (SE), que passaram de 1.300m3/seg para 1.100m3/seg, acarretará, de acordo com o geólogo, professor e pesquisador Luiz Carlos Fontes, da Universidade Federal de Sergipe - UFS, inúmeros prejuízos ao meio ambiente e usuários das águas do rio São Francisco. Afetará principalmente os moradores do Sub-Médio e Baixo São Francisco, que abrangem os estados de Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

"Essa medida reduzirá cerca de 1/3 das águas do rio, prejudicando os pescadores, a navegação, os irrigantes e, em especial, o ecossistema aquático. Implicará, de modo imediato, em danos no ciclo de reprodução dos peixes, no aparecimento de bancos de areia, devido ao assoreamento que hoje existe, além de dificultar a captação da água e a navegabilidade do rio, com o estreitamento do canal", disse o professor.

Para ele, que foi secretário executivo do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco - CBHSF e hoje é membro de uma câmara técnica da entidade, essa determinação da Agência Nacional de Águas - ANA irá atender apenas às necessidades do setor elétrico. "A solicitação só leva em consideração os interesses do próprio setor elétrico. Não é demostrado, por parte deles, nenhuma preocupação, a longo prazo, com o ambiente aquático, com os seres vivos e com os usuários que dependem das vazões", afirmou.
 
 
Redação do chorrochoonline.com
 
Fonte: Boletim CBHSF 15/04/2013 - Ano I - Nº 20
Blog o povo com a notícia.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!