Lei da Ficha Limpa já resultou na impugnação de 198 candidaturas

15/07/2014 18:48


Pelo menos 198 candidaturas já tiveram os registros impugnados pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) nos estados, com base na Lei da Ficha Limpa. É quase a metade das 414 candidaturas questionadas até ontem pelo Ministério Público, de um total de 10 mil analisadas. Os números são de apenas 13 dos 27 estados que cumpriram o prazo previsto pela legislação. Mato Grosso do Sul (89 pedidos), Rio Grande do Norte (86) e Acre (41) são os estados com mais ações de impugnação. Os motivos mais frequentes para a impugnação foram a rejeição de contas e condenações prévias, principalmente por abuso de poder econômico. Esse é o primeiro balanço de pedidos de impugnação. Em muitos estados, as análises ainda não começaram. Dos três maiores colégios eleitorais do país, apenas o Rio divulgou os dados ontem. A procuradoria fluminense impugnou o registro da candidatura do ex-prefeito Cesar Maia (DEM) ao Senado. Não constam no levantamento os dados referentes a São Paulo e Minas Gerais. No Tocantins, três candidatos ao governo foram impugnados, inclusive o líder nas pesquisas, o ex-governador Marcelo Miranda (PMDB). No Mato Grosso, a procuradoria pediu a impugnação do candidato do PSD ao governo, José Riva. Ele chegou a ser preso em maio pela Operação Ararath, da Polícia Federal, que investigava crimes contra o sistema financeiro. Os citados têm até sete dias para contestar a impugnação na Justiça.

www.chorrochoonline.com

Informação Entretenimento e Cultura


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!