Liderança do PPS pede investigação de relação de Wagner com a OAS

07/01/2016 22:43
Liderança do PPS pede investigação de relação de Wagner com a OAS
Foto: Agência Câmara
A liderança do PPS na Câmara dos Deputados apresenta nesta sexta-feira (8) uma representação à Procuradoria-Geral da República (PGR) pedindo abertura de inquérito para apurar a atuação do ministro chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, e sua relação com a OAS, empreiteira envolvida no esquema investigado pela Operação Lava Jato. Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, mensagens de celular interceptadas apontam que Wagner teria ajudado Léo Pinheiro, então presidente da companhia, a negociar liberação de pagamento com o Ministério dos Transportes em 2014. As mensagens também dão indícios de que o ministro havia negociado apoio financeiro ao candidato petista à prefeitura de Salvador em 2012, Nelson Pelegrino. “Todos os escândalos do PT passam pela Casa Civil, afirmou o líder do PPS, Rubens Bueno. “É o principal cargo do governo e é preciso ter alguém com relações com o mundo empresarial, da propina, do negócio”, completou. (Bahia Notícias)

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!