Lyoto admite 'agressividade tardia' e sonha com revanche diante de Weidman

07/07/2014 07:50

 

Lyoto Machida sonha com uma revanche diante de Chris WeidmanDominado por três rounds, Lyoto Machida cresceu de rendimento nas duas parciais finais. Contudo, mesmo com o ótimo desempenho no fim, o brasileiro viu Chris Weidman manter o cinturão da divisão dos médios do UFC. Muito machucado pelo duelo, o atleta radicado no Pará manifestou certo arrependimento pelo longo período de 'estudos' no combate disputado no Mandalay Bay Center, em Las Vegas.
"Talvez pudesse ter sido mais agressivo. No primeiro round, estudei o jogo dele, e este é o meu estilo. Talvez precisasse ser mais agressivo no segundo round. Se tivesse essa postura mais cedo, quem sabe, poderia ter vencido", declarou o lutador brasileiro, em entrevista concedida após o evento.
Lyoto Machida ganhou a chance de disputar o cinturão 'por acaso'. Após a proibição do uso de TRT - tratamento de reposição de testosterona - por parte da Comissão Atlética de Nevada, Vitor Belfort precisou abdicar da oportunidade pelo título; consequentemente, o Ultimate escalou o 'Dragão' para encarar Weidman.
Apesar do pouco tempo de preparação, Lyoto se mostrou satisfeito com o desempenho diante do campeão neste sábado. "Tinha uma motivação muito alta. Coloquei meu foco somente na performance, não no cinturão. Entretanto, hoje, talvez Chris Weidman tenha sido melhor do que eu. Espero enfrentá-lo de novo", desejou.
A palavra revanche acabou, mesmo indiretamente, incorporada por Machida na entrevista após o combate. "Sinceramente, não sei o que poderia mudar. Ele me levou para o chão algumas vezes e tivemos uma luta dura. Quero ir para a casa e ver a luta de novo. Tenho certeza que voltarei, e voltarei ainda melhor", completou.
Fonte: Uol.com

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!