MARCELO CRIVELLA É INVESTIGADO POR FRAUDE NO BOLSA PESCA

14/05/2013 19:23
MPF suspeita que benefício destinado a pescadores vem sendo entregue ilegalmente em troca de apoio político

 

O atual ministro da Pesca Marcelo Crivella (PRB) vem usando seu cargo para atrair líderes de entidades sindicais de pescadores para o seu partido e distribuir ilegalmente os benefícios do seguro-defeso. Também conhecido como Bolsa Pesca, o benefício é destinado a pescadores.

Desde que Crivella assumiu o Ministério da Pesca, o Ministério Público Federal (MPF) já instaurou 25 ações judiciais e 86 investigações para apurar irregularidades na pasta. Somente para o estado do Pará, o que mais recebe o Bolsa Pesca, já foram destinados quase 1 bilhão do benefício. A suspeita é que falsos pescadores e “pescadores-fantasma” estejam recebendo o Bolsa Pesca. Segundo o Ministério Público, desde 2010 as fraudes já podem ter desviado R$ 18 milhões.

Crivella também é investigado por negociar com colônias de pescadores para aumentar a influência de seu partido. Pelo esquema, políticos concederiam o benefício para pescadores de colônias que não conseguiram autorização para receber o Bolsa Pesca. Em troca, os pescadores são encarregados de eleger diretorias que apoiam Crivella.

O ministro também é acusado de usar o projeto de habitação popular Cimento Social para fins eleitorais. Em 2008, a Justiça Eleitoral chegou a paralisar obras do projeto realizadas no Morro da Providência, no Rio de Janeiro, por considerar que as obras tinham finalidades eleitoreiras.

 

Redação do chorrochoonline.com

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!