MINISTRO DA DEFESA É EXECUTADO NA COREIA DO NORTE POR TER COCHILADO DURANTE DISCURSO DO PRESIDENTE

14/05/2015 11:47
O Negócio na Coreia do Norte não é mole. Durante um discurso do Presidente Kim Jong-un, o ministro da Defesa cochilou e, por isso, foi condenado a morte.
Segundo a agência de notícias sul-coreana Yonhap, os parlamentares ouviram que Hyon Yong-chol foi executado em 30 de abril.
Hyon teria adormecido durante um evento com Kim Jong-un e não cumpriu ordens.

 

Informações de eventos ocorridos na Coreia do Norte, entretanto, são difíceis de serem confirmadas independentemente.
Pouco se sabe sobre Hyon, mas acredita-se que ele tenha sido general desde 2010. Ele pertenceu ao comitê do funeral do ex-líder Kim Jong-il em dezembro de 2011, um indicativo de influência crescente, e foi nomeado ministro da Defesa no ano passado.
Analistas disseram à BBC que a troca de ministros é frequente no Norte, mas a execução de uma autoridade tão próxima a Kim é surpreendente e causa preocupações sobre a estabilidade do país.
Informações da BBC Brasil

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!