MULHER É CONDENADA POR FINGIR SER HOMEM E FAZER SEXO COM AMIGA

14/12/2015 13:54
  
 
Correio do Povo
 
 
Um tribunal britânico condenou nesta quinta-feira a 8 anos de prisão uma mulher por se fazer passar por homem para enganar uma amiga e poder fazer sexo com ela. Gayle Newland, de 25 anos, ficou amiga da vítima no Facebook, em 2011, usando um nome masculino no perfil, Kye Fortune. As duas passaram então a falar por telefone e Newland continuou fingindo ser homem. Por fim, concordaram em se encontrar em 2013.

 

Newland insistiu que a amiga vendasse os olhos para o encontro. Elas passaram mais de cem horas juntas, nas quais a vítima ficou sempre vendada. O casal manteve relações sexuais dez vezes até que a mulher tirou a venda e viu que Newland usava uma prótese de pênis. Newland alegou que a vítima sempre soube que ela fingia ser um homem e faziam jogos para explorar sua sexualidade. Também negou que a tenha forçado a usar vendas ou qualquer outra coisa para esconder seu rosto. O juiz do caso descreveu a condenada como "uma mulher mentirosa, intrigante e muito determinada". 
 
"A senhora manteve esta linha de conduta durante um longo período de tempo no qual brincou com sentimentos, agindo unicamente para sua própria satisfação sexual sem levar em conta o impacto devastador que a descoberta da verdaria teria na vítima", afirmou o juiz. (Mural)

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!