MUNDO: EUA EM MEGAOPERAÇÃO, POLÍCIA CERCA CIDADE PARA CAÇAR 2 SUSPEITO

19/04/2013 09:08

'Suspeito número 1' morreu em tiroteio com a polícia. Segundo o canal de notícias NBC, os dois são de origem chechena e viviam legalmente nos EUA

 

FBI divulga novas fotos dos suspeitos pelo atentado na maratona de Boston - Reuters

 

 Mais de 9 mil policiais participam, desde a noite de quinta-feira, de um cerco à pequena cidade de Watertown, na região metropolitana de Boston, na caçada ao segundo suspeito de ter praticado o atentado na maratona da cidade, que deixou três mortos e 176 feridos na última segunda-feira. O primeiro suspeito morreu após perseguição e tiroteio. A polícia acredita que o rapaz foragido é o mesmo que usa um boné branco nas imagens dos suspeitos divulgadas pelo FBI horas antes. O canal de notícias NBC informou que os dois suspeitos, com idade aproximada de 20 anos, são de origem chechena e residiam legalmente nos Estados Unidos.

A caça ao "suspeito número 2", considerado "armado e perigoso" pelo FBI, se concentra em um perímetro de 3,8 quilômetros dentro de Watertown, uma localidade de 35.000 habitantes. Os moradores da zona oeste de Boston e de seis cidades vizinhas receberam a ordem de permanecer em suas casas. Todos os serviços de trens e ônibus da cidade foram paralisados por ordem do governador Deval Patrick.

A mobilização policial começou depois que um guarda universitário do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês) foi morto em um tiroteio no prédio 32 do campus da instituição em Cambridge, região metropolitana de Boston, na noite de quinta-feira. Em seguida, as ruas foram ocupadas por um grande número de policiais, agentes do FBI e integrantes da SWAT, o esquadrão de operações especiais da polícia americana.

A polícia localizou os suspeitos após receber a informação sobre o roubo de um veículo, uma Mercedes-Benz preta, em Cambridge. Segundo a agência AFP, o motorista do carro permaneceu com os sequestradores durante meia hora e foi liberado ileso em um posto de gasolina. Os dois suspeitos foram encurralados em Watertown e, usando o carro como barricada, trocaram tiros com a polícia.

Ferido na troca de tiros, o primeiro suspeito foi preso durante a operação e morreu em seguida, já no hospital – a polícia acredita que ele é o mesmo homem que usa um boné preto nas imagens dos suspeitos do atentado na maratona de Boston. A foto de um boné idêntico, tirada após a captura, foi exibida. Além disso, os suspeitos carregavam uma mochila com explosivos, que foram usados no confronto com os policiais nesta quinta-feira.

Leia também: FBI divulga imagens de suspeitos do atentado em Boston

A partir da fuga do segundo suspeito, os policiais deram início a uma busca casa por casa em Watertown. Durante a madrugada desta sexta-feira,a polícia estadual de Massachusetts publicou uma mensagem no Twitter na qual pede aos moradores da cidade que permaneçam em suas residências, longe das janelas e "não respondam à porta, exceto no caso de um oficial de polícia identificado".

A universidade de Harvard foi uma das primeiras a decretar fechamento "por preocupações sobre a segurança". A Universidade de Boston, o Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT) e Emerson College também cancelaram suas aulas.

Imagens – Mais cedo nesta quinta-feira, o FBI divulgou imagens – fotos e um vídeo – de dois suspeitos de envolvimento com o atentado em Boston. A polícia federal pediu ajuda à população para localizá-los. “Alguém lá fora conhece esses indivíduos”, disse o agente especial Richard DesLauriers, chefe do escritório do FBI em Boston, em uma entrevista coletiva. Ele advertiu que os dois homens podem estar armados e são considerados "extremamente perigosos". Ressaltou que ninguém “deve tomar nenhuma atitude” por conta própria ou abordá-los. “Se você vir esses homens, contate a polícia”, alertou.

Caio Blinder: Explosão é a marca do terror moderno

Ao descrever o processo que levou aos dois suspeitos, o agente disse que foi feita "uma análise muito detalhada de fotos, vídeos e outras provas". Explicou, ainda, que os dois homens estão sendo tratados pelo FBI, por enquanto, como suspeito 1 e suspeito 2. "Eles parecem estar associados. O suspeito 1 está usando um boné preto, o suspeito 2 está usando o boné branco. O suspeito 2 deixa uma mochila no local da segunda explosão”, disse. "Os suspeitos 1 e 2 aparentam estar andando juntos no meio da multidão que acompanhava a maratona na rua Boylston, em direção à linha de chegada".

Duas explosões quase simultâneas, perto da linha de chegada da Maratona de Boston, deixaram três mortos e 176 feridos na última segunda-feira. As vítimas fatais foram a estudante chinesa Lu Lingzi, de 23 anos, Krystle Campbell, de 29 anos, e o garoto Martin Richard, de oito anos.

 

Redação do chorrochoonline.com

Fonte: vejaabril.com.br


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!