Mutirão do Pacto pela Vida leva cidadania e cultura a moradores do Uruguai

03/08/2015 17:47

A comunidade do bairro do Uruguai e região teve acesso, neste sábado (1º), a mais de 300 serviços de utilidade pública gratuitamente. O Mutirão Social do programa Pacto pela Vida reuniu, no Colégio Estadual Polivalente San Diego, uma série de atendimentos de cidadania, informação e cultura para os jovens e adultos da área atendida pela Base Comunitária de Segurança (BCS) do Uruguai. A ação da secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) reforça os projetos e iniciativas desenvolvidos desde a implantação da unidade.

O motorista Antônio Santos aproveitou a manhã de sábado para emitir documentos e atualizar os dados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Tudo de forma rápida e em um só local. "Deu tempo de resolver tudo próximo de casa. Fiz o recadastramento, tirei o CPF de minhas filhas e agora estou tirando a carteira de trabalho de uma delas também".

A população contou com serviços de saúde, emissão de documentos do SAC, cursos de qualificação profissional bem como órgãos jurídicos como o Ministério Público Estadual. Também foi possível receber orientação ao consumidor por meio do Procon Bahia e realizar cadastro de tarifa social da Coelba. 

A unidade móvel do Serviço de Intermediação de Mão de Obra (Sinebahia) levou informação e encaminhou trabalhadores para o mercado de trabalho. Aos 16 anos, a estudante Thalia Santana ficou mais perto do primeiro emprego graças ao mutirão itinerante. "[Ter o serviço próximo] é melhor, porque às vezes a gente não tem o transporte para ir até lá e aqui ficou mais perto".

Segundo o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Geraldo Reis, o mutirão serve também para aferir as demandas e necessidade da comunidade. "O fundamental é que o mutirão sirva pra representar, para cada comunidade onde estão as bases comunitárias, de que é intenção fazer, para além da ação policial, um processo de prevenção social".

Cultura

A programação teve ainda uma apresentação musical do grupo do Núcleo Estadual de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba) desenvolvido na comunidade. Os jovens músicos se apresentaram no Espaço Cultural Alagados, onde ensaiam, que recebeu ainda oficinas de leitura e diversas atividades recreativas e culturais. 

No local, mais de 200 jovens e crianças participam de projetos como rodas de conversa, gibiteca, grupos de dança, aulas de balé e teatro.

O secretário de Cultura, Jorge Portugal, destacou o papel fundamental das arte e da cultura nas ações do Pacto pela Vida. "A base comunitária tem aqui policiais artistas, professores de canto, de dança e essa integração entre polícia e comunidade é importante demais para derrubar índices de violência e de desconfiança de parte a parte".

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!