NOVO CORREGEDOR DO TJ-BA ABRE MÃO DE GRATIFICAÇÃO PARA DOAR PARA ORFANATOS

21/08/2015 16:20
Novo corregedor do TJ-BA abre mão de gratificação para doar para orfanatos
Fonte: Bahia Notícias
 
O desembargador Emílio Salomão Resedá, eleito na manhã desta sexta-feira (21) para o cargo de corregedor das Comarcas do Interior do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), abriu mão da gratificação pelo exercício do cargo para doar para instituições que acolhem crianças e adolescentes em Salvador e no interior. O desembargador foi o único candidato a concorrer ao cargo, que ficou ocioso com a aposentadoria da desembargadora Vilma Costa Veiga. Em seu discurso, logo após a votação, Salomão afirmou que vai encarar a nova função com  a “filosofia ou ensinamento do sentimento do amor que nos deixou Jesus Cristo, no sentido de que, para o bem do próximo, anulemo-nos, e assim o farei, procurando anular-me, para fazer o bem ao próximo, especialmente a criança e ao adolescente deste estado”.

O novo corregedor ainda afirmou que sua ação será voltada para “aquelas comarcas onde ainda se encontrem nos abrigos e orfanatos da vida as grandes vitimas das vicissitudes humanas”. A gratificação pelo exercício do cargo será destinada para o Lar Vida, que acolhe crianças com deficiência, localizada próximo ao Barradão, em Salvador, e ao abrigo Luz do Amanhã, localizado na Cidade da Luz. O desembargador afirmou que a doação não passará pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). “Se eu proceder dessa forma, doando ao CMDCA, no final do ano, abateria no Imposto de Renda, e nem isso eu quero”, disse Salomão, complementando que não quer ser beneficiado com a dedução do imposto.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!