OPINIÃO

15/09/2015 12:34
QUESTÃO DE CONSCIÊNCIA
 
 
Enquanto os economistas se preocupam com o crescimento econômico, com o PIB, e os políticos em suas redomas arquitetando manobras para permanecerem no poder, a natureza cobra  da humanidade sua  dívida que é gigantesca, enquanto os insanos falam da dívida pública e pensam em crescimentos anual irreal, os seres humanos (normais), observam uma catástrofe prevista  a muito tempo.
 
Vivemos uma das maiores estiagem de todos os tempos. Os reservatórios de nossas barragens estão funcionando em estado crítico. O rio São Francisco agoniza a cada dia que passa,  além da falta de chuvas temos a degradação da matas ciliares, o assoreamento, a poluição, estamos caminhando para um cenário de filme de ficção científica.
 
A nossa maior dívida é com o meio ambiente. A milhões de anos estamos degradando os nossos  rios, mares, florestas  nessa corrida desenfreada pelo ter, pelo poder, nessa tola ilusão de superioridade. Quantas e quantas catástrofes naturais terão que acontecer para percebermos que se não respeitarmos e cuidarmos do meio ambiente não existirá crescimento, progresso, futuro, nada.
 
Será que ficaremos nos anais da história como a civilização que deixou pra gerações futuras  a miséria, a fome, a sede, a poluição, o caos? O que queremos provar? Para quem queremos provar? Que loucura, será que não percebemos que fazemos parte do mesmo ecossistema? Que somos todos parte de uma engrenagem, que para funcionar harmoniosamente temos que cuidar bem do meio ambiente, do planeta, pois  é  nosso habitat.
 
Nossa ganância desenfreada nos colocou nessa situação, e agora ou tentamos reverter tudo isso, ou não saberemos como será o futuro das novas gerações.
 
 
Professor Edi Santana
 
www.chorrochoonline.com
Radio Web Juazeiro

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!