Padre Marcelo Rossi correu risco de ser excomungado por

02/10/2014 07:43

Padre Marcelo Rossi correu risco de ser excomungado por

O padre Marcelo Rossi se tornou conhecido no final da década de 90 por conta das músicas "modernas" relacionadas à Igreja Católica que ele cantava. O religioso participava com frequência de programas de televisão e foi responsável por hits da época como "Anjos de Deus" e "Erguei as Mãos". Porém, suas práticas foram condenadas pela direção catolicista após denúncia feita por um religioso brasileiro, que acusou o padre de culto ao personalismo, exibicionismo por ir demais às TVs, de desvirtuar as práticas católicas e de transformar a missa em uma espécie de "circo". Por conta disso, ele teve seus passos, CDs, livros, missas e aparições na TV seguidos de perto pelo Vaticano do final dos anos 90 até cerca de quatro anos atrás. A investigação foi comandada pela Congregação para a Doutrina da Fé (nome moderno para a Inquisição), liderada pelo cardeal Joseph Ratzinger, que mais tarde se tornaria o papa Bento 16. A Congregação recebia regularmente vídeos com as participações do padre Marcelo em programas como o de Gugu Liberato no SBT e de Fausto Silva, na Globo. Procurada, a assessoria do padre Marcelo e do bispo dom Fernando, da Mitra de Santo Amaro, superior direto do padre, disseram desconhecer a investigação. A assessoria do padre afirma que, "se isso realmente ocorreu, trata-se de um fato do passado." O Vaticano, por meio de sua embaixada no Brasil, se recusou a se manifestar a respeito. Supostamente, foi por conta dessa investigação que o padre Marcelo Rossi foi impedido de se encontrar com Bento XVI. Do site Bahia Notícias com informações do UOL.

 

www.chorrochoonline.com

Informação Entretenimento e Cultura


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!