PEDOFILIA: APRESENTADOR DE TV CONFESSA TER ABUSADO DE 13 MENINAS

02/05/2013 12:23

EFE

Stuart Hall, veterano da BBC, declarou ter cometido 14 crimes sexuais entre 1967 e 1985

 

 

Stuart Hall pagou fiança e aguarda a condenação em liberdadeANDREW YATES / AFP

O apresentador veterano inglês Stuart Hall, que trabalhou para a emissora "BBC", se declarou culpado de 14 crimes sexuais cometidos contra meninas de entre nove e 17 anos entre 1967 e 1985, informaram nesta quinta-feira (2) os veículos de imprensa britânicos.

Hall, de 83 anos, admitiu perante o Tribunal de Preston, no condado inglês de Lancashire, ter abusado de um total de 13 meninas. Segundo os meios de comunicação britânicos, outras três acusações de agressão sexual e uma de estupro ficaram arquivadas neste processo.

O apresentador admitiu as acusações perante o citado tribunal no mês passado, mas a informação não pode ser revelada até hoje por restrições impostas aos veículos de imprensa.

O apresentador, um dos rostos mais conhecidos da mídia do país durante 50 anos, pode aguardar sua condenação em liberdade pagando uma fiança até o próximo 17 de junho, quando o juiz emitirá sua sentença.

O advogado da defesa, Crispin Aylett, afirmou hoje que seu cliente queria se desculpar diante de suas vítimas.

Durante o processo judicial se tornou público que, na década de 1980, Hall abusou de uma menina de nove anos passando a mão sobre a roupa da menina, e beijou uma adolescente de 13 anos na boca após dizer a ela que "as pessoas precisam expressar agradecimento de outras maneiras".

Hall foi detido inicialmente em dezembro passado, e na época emitiu um comunicado em que classificava as acusações de "prejudiciais, insensíveis, cruéis e, acima de tudo, falsas".

Em 2012, o apresentador foi condecorado com um OBE (Ordem do Império Britânico), reconhecimento que a rainha Elizabeth II da Inglaterra concede no Ano Novo.

Durante meio século, o apresentador foi um dos rostos mais comuns na programação dos veículos de imprensa de comunicação do país.

Até o momento da detenção, Hall trabalhava como comentarista de futebol para a "BBC - Radio 5 Live" e escrevia uma coluna esportiva semanal para a revista "Radio Times". A "BBC" indicou em dezembro de 2012 que Hall deixaria de trabalhar para o canal até que esse assunto fosse resolvido.

 

Redação do chorrochoonline.com

Fonte: Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!