POPULAÇÃO DE CHORROCHÓ (BA) CONTARÁ COM SISTEMA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO

01/01/2014 10:40

Cerca de R$ 6,3 milhões serão investidos pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) na implantação do sistema de esgotamento sanitário de Chorrochó, na região do Baixo Médio São Francisco, no estado da Bahia. Para a execução da obra, foi assinado Termo de Compromisso com a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S/A (Embasa). O sistema foi projetado para atender uma população de 3,7 mil habitantes e no final de projeto, em 2031, atender a cerca de 7,3 mil pessoas. Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), no âmbito do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco.

O sistema de esgotamento sanitário de Chorrochó é composto por 15,2 mil metros de rede coletora convencional e 2,3 mil metros de coletor tronco, ramais prediais, ligações intradomiciliares, uma estação elevatória de esgoto, um emissário de recalque, um emissário final e estação de tratamento de esgoto (ETE), composta de tratamento preliminar, duas lagoas facultativas em paralelo, seguida por duas lagoas de maturação também em paralelo. Conforme Termo de Compromisso celebrado entre a Codevasf e a Embasa, no mês de novembro deste ano, o prazo de execução das obras é de 24 meses. “A Embasa agora irá iniciar os procedimentos licitatórios para escolha da empresa que irá executar as obras”, explica o engenheiro sanitarista José Luiz Ribeiro Reis, chefe da Unidade de Gestão das Ações de Revitalização da Codevasf.

O presidente da Codevasf, Elmo Vaz, salienta a importância dos sistemas de tratamento de esgoto construídos em municípios que estão na calha do rio São Francisco. “Para cada real aplicado em saneamento básico, o município pode economizar até quatro reais no sistema de saúde pública, ou seja, a população adoece menos, e o município economiza no setor de assistência à saúde. Com o sistema de esgotamento, além de levarmos saúde para a população, preservamos o meio ambiente, deixando de jogar água contaminada nos córregos e nos rios, que por seu turno vão lançar no São Francisco. Esse é o papel da Codevasf: trazer saúde com o saneamento e ao mesmo tempo cuidar do meio ambiente”, destaca Vaz.

Ascom Codevasf

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!