Prefeito de Sento Sé é condenado a 6 anos de prisão por desvios de recursos públicos

24/04/2015 13:36

 

 

 

 

 

 

O prefeito de Sento Sé, norte da Bahia, Ednaldo Barros (PSDB), foi condenado nesta quinta-feira (23) a seis anos, dez meses e 24 dias de prisão por desvio de recursos públicos. A decisão é da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia, que acatou, por unanimidade, denúncia oferecida pelo Ministério Público estadual por meio do Núcleo de Crimes Atribuídos a Prefeitos (CAP). O gestor também foi condenado pela Justiça a quatro anos e 26 dias de prisão, além de multa, por tentativa de estelionato

Nas duas condenações, a 2ª Câmara determinou que o prefeito faça o ressarcimento dos danos causados aos cofres públicos e tornou o gestor inapto para exercer função pública por cinco anos, além de inelegível com base na Lei da Ficha Limpa. Segundo o CAP, Ednaldo Barros efetuou aquisições fraudulentas, nos anos de 1998 e 1999, de material de construção por meio de notas fiscais ‘frias’, configurando desvio de recursos. Já no ano 2000, o prefeito tentou fraudar o erário com a simulação de um litígio judicial, configurando a tentativa de estelionato. As informações do MP-BA. (foto: arquivo Blog)

www.chorrochoonline.com

Fonte: Blog Carlos Britto

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!