Protesto contra Copa ganha apoio dos índios em DF e interrompe tour da taça

28/05/2014 00:56
Cerca de 2 mil pessoas que marchavam em direção ao Estádio Nacional Mané Garrincha entraram em confronto com a Tropa de Choque e a Cavalaria da Polícia Militar do Distrito Federal na tarde desta terça-feira, 27. A manifestação, que contava com o apoio de centenas de indígenas saiu da Rodoviária do Plano Piloto, mas foi cercada pelo efetivo policial ao chegar próximo à Torre de TV, há cerca de 100 metros da arena que receberá sete partidas da Copa do Mundo de 2014.
A marcha era pacífica e os manifestantes gritavam palavras de ordem com a Fifa e a realização do Mundial, até que, ao serem cercados pelos policiais, alguns indígenas avançaram sobre os cavalos que bloqueavam as pistas do Eixo Monumental. A Tropa de Choque então respondeu com balas de borracha, bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo.
 
Toda a área em volta do estádio está isolada e o trânsito das vias próximas foi desviado. Até as 17h45, não havia registro de feridos.
 
 
Mais cedo, outros grupos indígenas fizeram um protesto próximo ao Congresso Nacional pedindo maior rapidez no processo de demarcação de terras. (msn)

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!