Rui quer Negromonte, Wagner Nilo e PT outro nome

30/01/2014 15:24
Marcelo, Nilo e mais um terceiro nome não conhecido ainda estão na disputa por vice
 

Apesar de parecer envaidecido com a disputa que se travou pela indicação de sua vice e anunciar que o imbróglio só será resolvido em março, o pré-candidato do PT a governador, Rui Costa, foi aconselhado por auxiliares ontem, logo após a apresentação formal de seu plano de governo, a buscar antecipar a escolha do nome antes que o assunto trague sua campanha.

A sugestão baseou-se no efeito explosivo que teve a divulgação na última segunda-feira de que, apesar de ainda não ter sido oficializado, o deputado federal Mário Negromonte (PP) já teria sido escolhido para vice em detrimento do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Marcelo Nilo (PDT).

Embore o time de Negromonte propague aos quatro cantos que a fatura já foi liquidada e no governo se fale abertamente o mesmo, ele enfrenta reações não apenas da parte de Nilo, mas também de setores do PT, o que, para muitos, deixa claro que é Rui, no entanto, o maior defensor de sua escolha para vice.

Os petistas contrários a Negromonte também não querem Nilo. Preferem ver na chapa um terceiro nome, embora não tenham conseguido até agora apresentá-lo nem convencer o candidato petista de que esta é a melhor opção. O maior suporte a Nilo, entretanto, continua sendo o governador Jaques Wagner (PT), a quem alguns atribuem o papel final da escolha do vice.

Há quem diga que nem Wagner tem conseguido descansar na Ásia por causa da briga pela vice. A cada nova informação a respeito da escolha do companheiro de chapa de Rui, o governador é incomodado com telefonemas buscando sua confirmação, ao que ele se limita a dizer, de forma enigmática, bem ao seu estilo, que nada foi decidido.

Antes de viajar, Wagner teria deixado escapar num encontro que foi presenciado por um jornalista que o vice seria Nilo. E que a melhor estratégia para ambos seria empurrar o assunto com a barriga até depois do Carnaval. Ocorre que um auxiliar íntimo de Rui deixou escapar no último domingo, num evento, que a escolha já estava sacramentada com o nome de Negromonte.

Dada a ligação entre o auxiliar e Rui, quem presenciou a fala não teve dúvida: o indicado será o deputado federal. A menos que Wagner realmente entre em campo e reverta o favoritismo de Negromonte em favor de Nilo. Ou então que os setores do PT descontentes com a escolha de Nilo ou Negromonte consigam utilizar a disputa entre os dois para justificar que a escolha deve recair sobre um terceiro nome que ainda não apareceu. (Política Livre)

www.chorrocho.oonline.com

CONECTADO COM VOCÊ

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!