Rússia acusa Estado Islâmico de usar armas químicas

06/01/2016 00:06

Governo russo acredita que os terroristas, pressionados por intensos bombardeios, estejam usando armas químicas contra seus inimigos na Síria e no Iraque

 

 
Rússia acusa Estado Islâmico de usar armas químicas
Soldado sírio usa uma máscara soviética para se proteger de ataques químicos ou biológicos (Foto: Wikimedia)
 

O governo russo acredita que o grupo terrorista Estado Islâmico (Isis) esteja usando armas químicas contra seus inimigos na Síria e no Iraque. A denúncia ocorre no momento em que a Organização para a Proibição de Armas Químicas da ONU revelou que há evidências de que combatentes foram expostos a agentes químicos nesses países.

A pedido do governo sírio, a organização investiga 11 supostos ataques com armas químicas na Síria e no Iraque. Em pelo menos um desses ataques, uma substância semelhante ao sarin foi encontrada em amostras de sangue.

O órgão da ONU não especificou quando esses ataques aconteceram, apenas relatou suas suspeitas em seu último relatório mensal, de acordo com o diário britânico Independent.

Os terroristas do Estado Islâmico perderam 40% do território que ocupavam no Iraque e um quinto na Síria desde o início de uma ofensiva contra alvos do grupo envolvendo uma coalizão de diversos países, entre eles EUA, Rússia e França.

 

www.chorrochoonline.com

Fonte: Opinião e Notícia

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!