SEGUIDORES DE WAGNER E DE ACM NETO TROCAM SOCOS

03/07/2014 20:46
: Romulo Faro, do Bahia 247

 

O clima eleitoral já contagia o país, mas na Bahia a temperatura já subiu ao máximo nesta quarta-feira, no desfile de comemoração do Dois de Julho, data da independência da Bahia.

Logo na saída do cortejo, ainda na Lapinha, militantes que acompanhavam as comitivas do prefeito ACM Neto (DEM) e do governador Jaques Wagner (PT) entraram em confronto duas vezes.

O primeiro conflito foi entre democratas e petistas. Em seguida, o bloco do PCdoB, partido aliado ao PT, parou na altura do Largo da Soledade impedindo a passagem da comitiva do DEM que vinha logo atrás.

De acordo com o prefeito de Santo Amaro da Purificação, Ricardo Machado, do PT, confusão teria iniciado quando “um secretário particular de Neto”, identificado como “Pablo”, tentou atravessar no meio do grupo de Wagner enquanto entoava músicas pejorativas ao governador.

Aí os militantes começaram a trocar socos e ponta pés, como é possível ver acima. Confusão só acabou com a chegada da Polícia Militar.

O governador Jaques Wagner comentou o caso. “Não vi quem foi, mas o Ricardo me falou disso (do secretário de ACM Neto). É ruim aquele momento de tensão. Sei que não podemos separar do momento político, mas estamos aqui para reverenciar Maria Quitéria”.

Vaias versus aplausos

Assim como em 2013, Wagner e sua comitiva mais uma vez enfrentaram vaias e protestos ao longo do cortejo. No ano passado, uma mulher lhe arremessou um copo descartável com cerveja. Governador quase foi atingido no rosto. Copo acabou atingindo seu tórax.

Já ACM Neto, tal qual em 2013, ainda surfa nas ondas de alta popularidade. Prefeito chegou a ser carregado por populares na porta de uma casa entre a Lapinha e o Barbalho.

Prefeito e governador, sem dúvida, terão papel de grande importância na disputa pelo governo do Estado. Wagner vai chegando ao fim de dois mandatos consecutivos com avanços incontestáveis, mas também desgastado com tropeços relevantes, como as greves históricas da Polícia Militar e dos professores em 2012. Pedra no calcanhar do petista ainda é a segurança pública. Bahia não consegue baixar índices de homicídios.

O jovem ACM Neto, ao contrário, ainda vive êxtase de pouco mais de um ano de gestão de uma Salvador maltratada por oito anos de João Henrique (PSL), pior gestor que a capital já teve. Em levantamento do Ibope no início deste ano, ACM foi o prefeito mais bem avaliado pelo povo entre 17 capitais pesquisadas.

Do lado de Wagner na disputa de outubro, está o desconhecido Rui Costa (PT), deputado federal e ex-secretário da Casa Civil do Estado. Compõem a chapa majoritária o atual vice-governador Otto Alencar, candidato ao Senado; e o deputado João Leão (PP), candidato a vice.

Do lado de ACM Neto está o ex-governador Paulo Souto, do DEM, como cabeça da chapa da oposição, acompanhado do jornalista e escritor Joaci Góes (PSDB) concorrendo a vice e do peemedebista Geddel Vieira Lima, que disputa uma vaga no Senado.

www.chorrochoonline.com

Informação Entretenimento e Cultura

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!