Sem Paulo Câmara, governador da Paraíba sai em defesa de Dilma em Cabrobó

06/05/2016 21:33
dilma em cabrobó

Deputados federais que apoiaram a presidente Dilma Rousseff (PT) ao longo do processo de impeachment na Câmara dos Deputados marcaram presença, nesta sexta-feira (6), no ato político na Transposição do Rio São Francisco, que pode ser o último da mandatária petista à frente do cargo.

Participaram da solenidade os pernambucanos Silvio Costa (PTdoB), Luciana Santos (PCdoB) e Adalberto Cavalcanti (PTB). O líder do governo na Câmara, José Guimarães, também marcou presença. Todos votaram contra o impedimento.

Também foram convidados para o evento os governadores do Ceará, Pernambuco e Paraíba, mas o governador Paulo Câmara (PSB) não compareceu e enviou como representante o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões.

Os governadores do Ceará, Camilo Santana (PT), e da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), ladearam a petista durante o evento. Os três estados são os principais beneficiados com a obra da transposição.

Com posição contrária dentro do partido, Coutinho prestigiou o ato mesmo a bancada do PSB tendo votado pela admissibilidade do impeachment na Câmara dos Deputados. Ele fez um discurso duro, condenou o que chamou de “golpe” e destacou a transposição como “obra redentora” para o Nordeste.

Adalberto

Ex-petista, Coutinho grifou que a maioria das obras no Nordeste foram feitas nos governos Dilma e Lula. Segundo ele,  o Brasil precisa defender a democracia e não se pode permitir que deputados e senadores, que não foram eleitos para eleger presidente, estejam à frente do processo de deposição.

“Não se trata apenas de mudar um presidente. Se trata de querer mexer num projeto que trouxe dignidade para cada um de nós, que trouxe coragem para o povo nordestino e que olhou para o Brasil como um todo, mas que soube distribuir as riquezas desse país“, afirmou. “Lembro de uma época em que o Nordeste era visto como um grande problema”.

No discurso, o deputado Adalberto Cavalcanti (PTB) atacou a ingratidão de “alguns nordestinos”que votaram a favor do afastamento da presidente no plenário. “Desejo que senhora que não abaixe a cabeça, vá em frente que a gente chega lá”, pontuou. (Fonte: JC Online/foto divulgação)

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!