SUPOSTAS IRREGULARIEDADES NO TRANSPORTE ESCOLAR DE UAUÁ-BA. PODEM VIRAR CASO DE MINISTÉRIO PÚBLICO

06/08/2013 13:02

A Câmara de Vereadores de Uauá, no Norte da Bahia, aprovou na sessão ordinária do último dia 2 de agosto um requerimento solicitando do Ministério Público do estado que abre uma investigação acerca de supostas irregularidades no transporte escolar.

Segundo informações, a prefeitura teria pago, no último dia 16 de maio, a quantia de R$ 312 mil a uma empresa na cidade (responsável pelo serviço) incompatível com a distância onde os estudantes da rede municipal moram.

O processo de pagamento foi apresentado junto ao Tribunal de Contas da União (TCU). Um exemplo é o Sítio de Roque, na zona rural – que fica a apenas 14 km da sede. No entanto, em 22 dias letivos, a soma da quilometragem nesse período chegou a 1.871,28 km. Para quem conhece a região, esse dado não bate com a distância da localidade.

Há outros casos desse tipo e os vereadores da bancada de oposição não vão deixar barato.

 

www.chorrochoonline.com

CONECTADO COM VOCÊ

Fonte: Blog Carlos Britto

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!