Suspeito de matar PM em Jorro é reconhecido e diz que crime foi ‘acerto de contas’ com PCC

27/06/2015 21:15
Suspeito de matar PM em Jorro é reconhecido e diz que crime foi ‘acerto de contas’ com PCC
Suspeito de matar PM em Jorro é reconhecido e diz que crime foi ‘acerto de contas’ com PCC
Um homem assumiu, na noite desta quinta-feira (25), a autoria do assassinato do policial militar José Robson dos Santos Costa, morto na cidade de Tucano, na localidade de Caldas do Jorro, na noite de quarta (24). De acordo com informações obtidas pelo Bahia Notícias, o crime foi um “acerto de contas” entre o acusado e a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Ele teria executado o PM em troca do perdão de uma dívida de R$ 10 mil. Na casa do suspeito, foi encontrado um blusão sujo de sangue com perfuração de bala. Após ser apresentado às testemunhas, ele foi reconhecido e assumiu ter efetuado os disparos e indicou o local onde escondeu a arma do crime. Ainda de acordo com as informações obtidas pelo BN, o acusado – que não teve a indenidade revelada – teve a prisão preventiva decretada. Costa tinha 41 anos e era lotado na Companhia Independente de Policiamento Especializado Litoral Norte – Cipe Cael de Alagoinhas. O militar foi abordado por dois homens que invadiram uma casa onde o policial estava. Segundo a PM, os dois teriam ordenado que todos se deitassem no chão antes de atingir o soldado com um tiro.
 
 
www.chorrochoonline.com
Informação entretenimento cultura e política
Fonte:Blog Velho Chico

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!