Território Identidade de Itaparica recebe canoas do Projeto Renovar e Assistência Técnica da Bahia Pesca

09/06/2014 18:38

Glória e região promoveram o encontro neste sábado, 7/06, para receber 115 canoas do Projeto Renovar e participar do 1º Seminário de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) para a pesca e aquicultura. Os eventos, realizados pelas secretarias de Desenvolvimento e Integração Regional e da Agricultura, por meio da Bahia Pesca, deve reunir cerca de 500 pessoas na Chácara Fernandes e na prainha de Glória a partir das 14 horas.

“É um momento de importantes discussões para definirmos as melhores estratégias e planejamento do novo perfil de assistência técnica desenvolvido pela Bahia Pesca, os gargalos e perspectivas para aumento da produção de pescado no território de Itaparica”, explica o presidente da Bahia Pesca, Cássio Peixoto. “E, já que estamos falando de um dos principais polos de produção de pescado do Estado, temos que estimular o segmento, entregando equipamentos que vão incrementar a atividade na região”, diz Peixoto.
As embarcações de fibra de vidro e alumínio beneficiarão 345 famílias. Todos os barcos estão equipadas com motor de popa, kit salvatagem e passaram pela vistoria da Capitania dos Portos. “A entrega dos barcos faz parte do Projeto Renovar, que visa substituir as embarcações obsoletas atuais por barcos mais leves e seguros, dando mais conforto aos pescadores e contribuindo para o aumento de sua produtividade e renda”, complementa o gestor da Bahia Pesca.
Durante o Seminater a Bahia Pesca também apresentará aos pescadores da região o programa de micro crédito produtivo orientado da Caixa Econômica Federal. O programa beneficia os pescadores que recebem assistência técnica da Bahia Pesca e estão cadastrados no sistema CadCidadão – módulo do Programa Vida Melhor – com empréstimos iniciais de até mil reais. “Mas à medida que estes profissionais forem expandindo sua produção, o volume de crédito ofertado também crescerá. Os recursos serão direcionados para a aquisição de matérias primas e insumos, máquinas e equipamentos ou melhorias nos empreendimentos”, explica Cássio Peixoto.
A pesca na região
O território de Itaparica é responsável atualmente por cerca de 85% da produção de peixes cultivados no Estado e é um dos maiores produtores do Brasil, com uma produção de cerca de 10 mil toneladas de peixes por ano, empregando direta e indiretamente três mil pessoas.  Nos últimos sete anos a Bahia Pesca vem investindo fortemente na região, com a reforma e ampliação da Estação de Piscicultura Caiçara II, da Unidade de Processamento de Pescado de Xingozinho e das Unidades Modulares de Beneficiamento de Pescado no Município de Glória. Por meio do fomento, a empresa implantou ainda projetos de piscicultura nos municípios de Rodelas, Chorrochó e Glória.

“Na nova visão da Bahia Pesca, o momento agora é para garantir a qualificação técnica dos produtores da região, por meio de intensificação das ações de Ater, focada principalmente na garantia de condições que permitam aos produtores caminharem com mais autonomia”, diz o presidente da Bahia Pesca. “A partir de agora os escritórios regionais da empresa, unidades produtivas, terminais e estações experimentais terão uma maior interface com o produtor, tornando-se o local de referência para que estes profissionais possam se apoderar de novos conceitos e de novas tecnologias”, finaliza.

www.chorrochoonline.com

Informação Entretenimento e Cultura

FONTE: BAHIA PESCA


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!