TROCA DE TIROS ENTRE CIGANOS E QUILOMBOLAS DEIXA QUATRO MORTOS

28/10/2015 14:17
TROCA DE TIROS ENTRE CIGANOS E QUILOMBOLAS DEIXA QUATRO MORTOS
Uma troca de tiros entre ciganos e moradores de uma comunidade quilombola da Fazenda Gatos de Vesperino, zona rural da cidade de Riacho de Santana, sudoeste da Bahia, deixou quatro pessoas mortas e ao menos duas baleadas, entre elas um menino de 11 anos, na segunda-feira (26).
Foram dois mortos do grupo de ciganos e os outros dois da comunidade quilombola. Entre os mortos está uma idosa de 69 anos. De acordo com o delegado de Riacho de Santana, Antônio Rosélio Marques, a investigação aponta que o conflito teria começado em julho, quando um dos ciganos cobrou uma dívida de R$ 20 a um quilombola e acabou morto. Um dos homens que foi baleado na segunda-feira é suspeito do crime.
Troca de tiros
Na segunda-feira, um grupo de ciganos armados foi até a Fazenda Gatos de Vesperino para um acerto de contas e acabou trocando tiros com a comunidade quilombola. Segundo o delegado, oito pessoas teriam participado deste confronto, quatro de cada lado. Antônio Rosélio acredita que outros ciganos envolvidos na troca de tiros também foram baleados e realiza buscas na região para localizar os suspeitos, que fugiram.
Entre os ciganos mortos, está um homem de 35 anos, irmão do cigano morto em julho, e outro homem de 33 anos. Já do lado quilombola, foi morta a mãe do suspeito de ter matado o cigano no confronto anterior, de 69 anos, e o irmão dele, de 39.
Segundo a polícia, o cigano envolvido no conflito em julho foi ferido no braço e está no Hospital de Riacho de Santana. A criança quilombola ferida no peito está internada no Hospital de Guanambi.
 
 
www.chorrochoonline.com
Informação entretenimento cultura e política
Fonte: Portal de notícias da cidade.
 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!