UAUÁ-BA E OUTROS MUNICÍPIOS BAIANOS GANHARÃO 'PRAÇA DE CIÊNCIAS' E INTERNET BANDA LARGA SERÁ INSERIDA EM ESCOLAS ESTADUAIS

18/12/2015 07:29

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia, Manoel Mendonça, participou nesta quinta-feira (17), na Serin, de audiência com o secretário Josias Gomes. Ele esteve acompanhado por Sócrates Santana, assessor de articulação institucional, Cláudio Silva, coordenador de articulação, e Grinaldo Oliveira, também integrante da pasta. 

Segundo Mendonça, o objetivo da reunião foi o de mostrar a Josias Gomes os projetos de Tecnologia da Informação (TI) que serão implantados nos municípios da Bahia. “Apresentamos o projeto que prevê levar acesso à Internet via Banda Larga para as escolas da rede estadual de ensino”, explica Manoel Mendonça. 

O secretário destaca, ainda, o programa Praças da Ciência, que será implantado em 40 municípios baianos. Ele já funciona em 10 municípios: Muritiba – o pioneiro, inaugurado em novembro de 2014 -, Mulungu do Morro, Caém, Caetité, Irecê, América Dourada, Maetinga, Brumado, e Biritinga. A 10ª unidade é a Praça da Ciência Luiz Gregório de Andrade de Aurelino Leal, inaugurada terça-feira (15), com a presença de Josias Gomes, da prefeita Elisângela Ramos Andrade, e de Roberto de Pinho, chefe de Gabinete, representando o secretário Manoel Mendonça. 

Ele informa que 14 novas Praças da Ciência serão inauguradas em breve nos municípios de Juazeiro (duas praças), Nova CanaãCondeúbas, São Miguel das Matas, Muquém do São Francisco, Senhor do Bonfim, Catu, Oliveira dos Brejinhos, Piatã, Palmeiras, Uauá, Araci, e Mucuri

 

Banda Larga

Manoel Mendonça diz que o projeto da Rede de Banda Larga vai significar um grande avanço para a Bahia. A transmissão gratuita de dados com muito mais velocidade, vai permitir que um número maior de usuários estejam permanentemente conectados à web, proporcionando ainda independência do Estado em relação às empresas privadas fornecedoras desse serviço. 

O projeto prevê infraestrutura de rede de alta velocidade que propicie um ambiente favorável ao desenvolvimento socioeconômico do Estado. Ele é um posicionamento frente aos desafios de estender, pelo vasto território baiano, uma rede de fibras óticas, fornecendo ao governo do Estado, aos municípios e à sociedade, os meios para interconectar-se de forma eficiente com custos progressivamente decrescentes. 

Para permitir a alta disponibilidade e resiliência da rede, garantindo uma conectividade de dados com qualidade, é necessária a construção de backbone (rede de transporte) óptico composto de dois anéis de fibras ópticas e dois segmentos radiais, com instalação de sistema de rádio nos Pontos de Presença (POP) – estações onde serão abrigados os equipamentos que permitirão a interligação de outras redes ao backbone.

 

 

wwww.chorrochoonline.com

Portal Formosa, seu portal de notícias



 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!