UMA ENTREVISTA COM O EMPRESÁRIO CHICLETÃO NATURAL DE ABARÉ-BA

09/06/2013 21:17

UMA ENTREVISTA COM O EMPRESÁRIO CHICLETÃO

 
De alma lavada: depois de ser inocentado do assassinato do auditor, o empresário Chicletão é o entrevistado deste sábado

Vinicius de Santana entrevistando Chicletão

O empresário Carlos Alberto da Silva Campos, mais conhecido como Chicletão, nasceu em Abaré-BA, mas mora em Juazeiro desde os seus sete anos. Com 47 anos, formado em Administração de Empresas pela Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), pai de seis filhos, ex-vereador e ex-presidente da Câmara de Vereadores da sua cidade natal quando tinha apenas 20 anos, Chicletão é reconhecido pelo seu trabalho de destaque na construção civil, porém sua biografia tem um capítulo triste.
 
Ele foi acusado de integrar a Máfia do Açúcar e, em maio deste ano, foi julgado e inocentado do assassinato do auditor fiscal José Roberto Aras. O auditor, que foi atingido por seis tiros na porta de sua casa, em outubro de 1996, teria sido morto por combater a Máfia que atuava no trecho Juazeiro-Petrolina, através de sonegação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).
 
Sobre essa e outras histórias, Chicletão falou com exclusividade ao Blog Vinicius da Santana na entrevista de sábado. Confira!
 
16 anos acusado de um crime que não cometeu…
 
“Eu esperei que a justiça caminhasse, nunca impedi que as coisas acontecessem e quando chegou a hora certa, eu provei a minha inocência. Tenho minha consciência tranquila, apesar de ter sido criticado por muitas pessoas que não conheciam o processo, porque é muito fácil você jogar pedras.”
 
No banco dos réus
 
“Eu pensava sempre que quando eu fosse a julgamento, pela minha índole, pelo meu comportamento, pelas coisas que eu tenho feito durante a minha vida, eu achava muito difícil, dentro dessas duas cidades Juazeiro e Petrolina, que fosse formado um corpo de jurados que não me conhecesse. Eu acreditei muito na pessoa que eu sou. Primeiro, as pessoas que chegaram lá [no julgamento] pra me acusar falaram tantas mentiras e tantas inverdades. Falam em Máfia do Açúcar por sonegação fiscal. Mas todas as multas, todos os processos, a Secretaria da Fazenda encaminhou para o Ministério Público. E eu nunca levei uma multa de um saco se quer de açúcar, porque eu nunca soneguei. Eu chegava na usina mandacaru, comprava determinada quantidade de açúcar e só vendia a atacado, com caminhão fechado. O comprador me dava a placa do carro, o nome da empresa e eu encaminhava um fax para a usina, ou seja, nem passava pela minha empresa. Eu passei 16 anos carregando ‘uma cruz’ sem dever. É muito fácil você dizer que fulano fez isso, agora é muito difícil você provar. E eu fiquei na incumbência de provar a minha inocência. Então, eu consegui provar que eu nunca fui multado, estive com essa pessoa [vítima] duas vezes na minha vida, pouco conhecia, nunca tive motivo para fazer isso [matar]. Porque para você fazer qualquer coisa com alguém, você tem que ter um motivo. Eu nunca tive um motivo e foi isso que eu provei.”
 
 
Chicletão
 
Quem vai reparar o mal feito?
 
“Eu entrego a Deus. O que eu passei, eu acho que Deus sabe o que faz. Aquelas pessoas que fizeram isso comigo, eu não consigo desejar mal. Deus que as julgue.”
 
Apoios
 
“Eu recebi força da minha família, de meus amigos. Graças a Deus, nessa caminhada eu tenho feito muitos amigos. Eu sou uma pessoa que nunca teve problema com ninguém. Nunca dei um cheque sem fundo na minha vida, nunca coloquei meu nome no Serasa, nunca tive nenhuma pequena discussão.”
 
Pensou em deixar a cidade?
 
“Nunca me passou pela cabeça ir embora de Juazeiro. Eu poderia ir embora se, por ventura, eu fosse condenado por uma coisa que eu não fiz.”
 
Lição de vida
 
“Eu agradeço muito a Deus, agradeço à população dessas duas cidades que me apoiaram a vida toda, me apoiaram durante esses 16 anos. Eu nunca tive rejeição por causa disso, pelo contrário, eu encontrei muito apoio das pessoas, dos meus amigos, de pessoas que pouco me conheciam. Eu fui manchado, até pela própria imprensa, que muitas vezes leva a notícia sem ter conhecimento dos fatos. Eu tenho certeza que se a imprensa pegasse os autos do processo o pré-julgamento teria sido diferente. Já que nenhuma testemunha me acusava, nem mesmo a viúva.”
 
Crescimento x Inveja
 
“Quando as pessoas crescem, nós temos um percentual de pessoas que se sente incomodadas e eu as chamo até de pessoas sem visão. Eu trabalho na construção civil e torço pelo crescimento de todas as pessoas. Porque quando essa pessoa cresce, o que pode acontecer do crescimento dela é eu ter um ali um apartamento, um terreno e participar desse crescimento, ou seja, ganhar alguma coisa. Então, se nós não torcemos pelo crescimento das pessoas, nós estamos torcendo contra nós mesmos. Então, infelizmente as pessoas às vezes não conseguem enxergar isso.”
Chicletão
 
Contribuindo para o desenvolvimento de Petrolina e Juazeiro
 
“Eu gosto muito dessas duas cidades [Juazeiro e Petrolina]. E eu gostaria que as pessoas de Juazeiro fossem a Petrolina por opção e não por falta de opção. Por isso eu tenho feito muita coisa por Juazeiro. Eu tenho lutado para trazer esses grandes empreendimentos. Estou fazendo as duas torres que ficam próximas da Universidade Federal [Univasf], e quando eu iniciei as pessoas diziam que eu era doido em fazer uma obra daquelas em Juazeiro. E eu tinha certeza que Juazeiro é uma cidade tão forte como Petrolina e a prova é tanta que a primeira torre foi vendida 100% e a segunda torre já está 40% vendida.”
Chicletão, o Prefeito Isac de Juazeiro e os sócios empresários do shopping Juá
 
O Sonho do shopping de Juazeiro
 
“Eu trouxe um grupo muito bom, a maioria de empresário de Recife. Compramos o terreno, que na época, há três anos, com 65 mil metro de área, que custou R$ 6,5 milhões. E aí nós fizemos o lançamento, o projeto arquitetônico, uma pesquisa de mercado, ou seja, tudo que precisa para que se inicie a obra de um shopping. E iniciamos a terraplanagem já com o projeto pronto. Mas, no decorrer deste tempo, apareceu uma empresa muito grande chamado Tenco, um grupo mineiro que se interessou por esse empreendimento e as pessoas que estavam aqui vieram com objetivo de ganhar dinheiro. Eu também quero aproveitar as oportunidades, mas eu tenho esse shopping como questão de honra, como uma contribuição para a cidade. E esse grupo resolveu comprar esse empreendimento. Esse Grupo [Tenco] tem 19 shoppings no país e todos os empreendimentos que eles têm fora [de Minas Gerais] eles têm um sócio local. Eles compraram a cota dos seis [ex-sócios] e me deixaram à vontade. Eles queriam que eu ficasse de corpo e alma e eu fiquei.”
 
Apoio da Prefeitura de Juazeiro para a obra
 
“Nós temos recebidos um grande apoio do prefeito Isaac [Carvalho]. Às vezes as pessoas se perguntam por que a prefeitura se envolve numa obra que é privada. Mas, você não consegue fazer um empreendimento deste, de uma envergadura desta, sem a ajuda do município. O prefeito tem compromisso com a gente. O prefeito tem compromisso de resolver o problema de um canal que tem lá, de estruturar as avenidas que levam ao shopping, no terminal de ônibus para que a população tenha acesso ao shopping.”
Chicletao e o Prefeito Isac no terreno onde será construído o shopping Juá
 
Prazo para o novo Shopping
 
“O cronograma da Tenco, que já é uma empresa que tem expertise do negócio, quando iniciar as obras, o cronograma é de 18 meses. Mas, em obras, talvez uns 24 meses, nós estejamos com o Shopping. Eu estou torcendo, mais do que muito juazeirense, que essa obra inicie o mais rápido possível. Eu acredito que até agosto nós devemos estar iniciando essa obra.”
 
Perspectiva Futuro
 
“Para o crescimento das duas cidades é preciso que elas cresçam juntas. É muito importante que as pessoas enxerguem isso. Por que muitas vezes você ver uma ligeira rivalidade entre juazeirense e petrolinense. Mas eu queria que as pessoas entendessem que as duas cidades precisam crescer juntas pelo sucesso das duas.”
 
 
Redação do chorrochoonline.com
Fonte: Vinicius de Santana
Radio Web Juazeiro

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!