VEREADORES DE CARUARU PODEM PEGAR ATÉ 30 ANOS DE PRISÃO

15/02/2014 23:05

A Polícia Civil enviou inquérito ao MPPE, que tem até 15 dias para denunciar o caso à justiça / Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

A Polícia Civil divulgou na manhã desta sexta (14) o resultado da Operação Ponto Final II, que identificou os líderes de um esquema de corrupção que envolvia vereadores e Prefeitura de Caruaru. O inquérito foi enviado na última quinta-feira (13) ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE), que tem 15 dias para fazer a denúncia à justiça. Os vereadores Evandro Silva, Val da Cachoeira e Neto foram indiciados como os líderes do esquema, que também envolvia os parlamentares Val das Rendeiras e Pastor Jadiel.

Os líderes do esquema podem ser condenados a 29 anos e 3 meses de prisão pelos crimes de corrupção ativa e organização criminosa. Os três tiveram a pena agravada em 1/3 do tempo pelo fato de serem funcionários públicos. Val das Rendeiras e Pastor Jadiel podem pegar  o mesmo tempo, só que pelos crimes de corrupção passiva e organização criminosa.

De acordo com a investigação, os líderes propunham o pagamento de R$ 30 mil para que os vereadores Val das Rendeiras e Pastor Jadiel assinassem o requerimento para abertura de uma CPI. A comissão iria investigar irregularidades na compra das merendas escolares por parte da prefeitura. Depois de instaurar a CPI, os vereadores iriam extorquir a prefeitura para arquivar a comissão. Os vereadores indiciados chegaram a fazer contato com um representante do executivo, que não teve o nome revelado.

A prefeitura iria ceder à chantagem dos vereadores porque a Controladoria Geral da União (CGU) investigava as irregularidades das merendas em processo paralelo. (Blog Vinicius de Santana)

 

www.chorrochoonline.com

CONECTADO COM VOCÊ

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!