Wagner, o cara. No governo Dilma vai para onde quiser

09/11/2014 11:57

Ninguém aparece mais cotado para tantas pastas diferentes quanto Jaques Wagner. O governador da Bahia está nas listas de Casa Civil, Relações Institucionais, Integração e Desenvolvimento, fora a presidência da Petrobras.

Como na Casa Civil deve permanecer Aloizio Mercadante, e a presidente tende a deixar Wagner perto dela, seu destino mais provável, segundo auxiliares de Dilma, seria um ministério palaciano especialmente turbinado para recebê-lo.

E por que não colocar Wagner na Petrobras? 

Um cardeal petista responde: “Para o mercado, nas atuais circunstâncias, entregar a Petrobras a alguém do partido equivale a manter o Arno Augustin no Tesouro”.

Parece que Wagner quer ir para Indústria e Comércio. Só que há uma articulação forte para torná-lo ministro da Justiça, que voltaria assim a ter um papel político. 

Mas só um ministro sabe o que Dilma pretende para o seu segundo governo: Mercadante. Todos os outros só especulam.


E Dilma quer resolver seu Ministério até 14 de dezembro, seu aniversário   (Do blog do Moreno)

 

www.chorrochoonline.com

Informação entretenimento cultura e política

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!