AGRICULTORES DO PROJETO DE IRRIGAÇÃO PEDRA BRANCA, DENUNCIAM O DESCASO DO GOVERNO FEDERAL

08/03/2018 13:31

Negligência do governo federal – Codevasf – permite que 10.000 pessoas ingressem em condição de vulnerabilidade social no perímetro irrigado de Pedra Branca – Curaçá/Abaré-Bahia

Com oito meses sem receber da CODEVASF as faturas referentes aos contratos de Operação e Manutenção (O&M) do Perímetro Irrigado de Pedra Branca, A empresa Senha Engenharia SS, responsável pela execução do contrato O&M, vem acumulando três meses de atraso do pagamento dos salários dos funcionários, contratos de motos e veículos dos mesmos, além de quatro meses de vale alimentação. A falta de condição básica de trabalho resultou na decisão dos seus funcionários, num total de 48, em estabelecer greve geral na tarde de hoje, 07/08/2018, já que desde ontem vinham trabalhando em estado de greve, funcionando somente com 30% de horas normalmente trabalhadas.

Como consequência, os moradores das agrovilas (cerca de dez mil pessoas) introduzem-se em total condição de vulnerabilidade social no momento em que começa a faltar água para manter as irrigações, para o consumo humano e logo para dessedentação animal. Assim, a população em geral, por meio de seus representantes, vem pedir obstinadamente e com a máxima urgência ao Governo Federal – CODEVASF o cumprimento dos acordos neste sentido que vem sendo firmado com todos os projetos do sistema Itaparica desde o dia 14 de dezembro de 2017.

O Perímetro Irrigado de Pedra Branca está localizado à margem direita do Rio São Francisco, pertencente ao Sistema Itaparica, situado a 72 km do município de Curaçá e 32 km do município de abaré, ambos no norte do estado da Bahia.

Perímetro Irrigado de Pedra Branca, Curaçá/Abaré – Bahia, 07 de fevereiro de 2018.

 

www.chorrochoonline.com

Fonte: Blog do Fornezio


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!