Cada município tem sua marca cultural que enraíza seu povo. Junina Arrasta Pé 14 Anos de História.

24/05/2019 10:32

Cada município tem sua marca cultural que enraíza seu povo percorre a história sendo contada por diversas pessoas, Abaré a 14 anos atrás nasce a quadrilha junina arrasta pé do Projeto Pedra Branca Agrovila 15 ideia do articulador cultural Emielson da Silva Nunes, inicialmente uma quadrilha matuta camisa quadriculada calça rasgada e pouca atenção da sociedade Abareense, mais nos últimos anos com o apoio dos familiares e do Padrinho Jerson Florimel hoje vereador de mandato a época apenas um incentivador da cultura, incentivo que faz até hoje, a Junina Arrasta pé está no campo das quadrilha profissionais da região onde vem participando de diversos campeonatos e apresentações nos quatro cantos do município e nos município vizinhos incluindo o estado vizinho Pernambuco. Ano passado foram mais de 4 reuniões com poder público municipal que não deu qualquer incentivo, algumas pessoas da administração patrocinaram individualmente, mesmo sem apoio do poder público em 2018 e através da parceria entre a vereadora Greissiany de Curacá e o Vereador Jerson Florimel foi dado todo suporte necessário para os jovem brilharem.

Em 2019 novamente várias reuniões e uma promessa de apoio que foi quebrada na última sexta feira onde o prefeito disse não poder apoio esse tipo de ação cultural e que estaria convidando outras quadrilhas de outros municípios pra se apresentarem na trezena de Santo Antônio o mesmo citou Cabrobó e citou uma quadrilha local de Ibó. O Departamento de Cultura acompanhou o pedido de apoio e as reuniões, mas não conseguiu convencer o Prefeito a investir nos jovens, porém o diretor de cultura ajudou individualmente dando sua contribuição e patrocínio financeiro. Ser quadrilha profissional e levar o nome de Abaré a frente não é fácil, os jovens vem fazendo Baladas com apoio do DJ Alex Sena da comunidade do Projeto Pedra Branca e do Padrinho Jerson Florimel, pedem cachos de banana juntam e vendem aos compradores e investem individualmente, mesmo assim, ainda fica muito difícil porque o maior responsável que é o poder público disse não pra esse jovens, precisa-se de muito aporte financeiro pra fechar todo figurino e parte teatral, mas os jovens quadrilheiros estão determinados a vencer.

A Junina arrasta pé em um gesto de humildade convidou o prefeito para assistir o seu show em entrevista na Tapera FM mesmo sabendo que o mesmo se negou a ajudar a juventude cultural.

Seja também um patrocinar oficial da Junina Arrasta pé, seja um apoiador cultural.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!