De Olho na Politica edição 145: Após eleições 2018 uma nova análise política das eleições de 2020

15/10/2018 08:05

Nem bem passou a semana e já se comentam como foi as eleições nas quatro cidades da região. Analisando o cenário de Rodelas pode-se perceber que Emanuel mais uma vez surpreendeu quando muitos esperavam menos de 1.000 votos ele conseguiu ultrapassar esse número, somente com apoio de alguns amigos fiéis, isso com certeza deixa o mesmo com boa visão política. A situação que tinha sete vereadores ex-prefeito, vice-prefeito e tinha boa parte até de algumas peças da oposição, também se saiu bem graças a boa articulação do atual gestor Geraldinho que conseguiu unir Gregos e Troianos ao seu redor, resta saber se vai conseguir manter o mesmo grupo para 2020 já que o Ex-prefeito Emanuel declarou ser oposição e quer enfrentar o mesmo em 2020.

O cenário de Macururé não teve grandes surpresas Silma e Everaldo juntaram todo o grupo e conseguiram dar uma boa votação a seus candidatos, conseguiram o que queria fácil ficar em primeiro lugar. A oposição ficou muito dividida muitos apoiando vários candidatos. Mas o esperado aconteceu o maior líder da atualidade da oposição que foi o candidato a prefeito em 2016 continua firme e forte mesmo com a oposição despedaçada Bergue e alguns aliados conseguiram da 850 votos ao seu deputado estadual e continua como o nome mais bem visto para ganhar as eleições em 2020, resta acerta na escolha do vice e com certeza será um adversário Fortíssimo e tanto faz Silma ou Everaldo o mesmo tem grandes chances de vencer. 

Abaré a grande surpresa foi Kaka de Eulina ficou em segundo lugar mas essa posição de segundo lugar é uma análise passageira porque a maior forças ainda continua sendo Delisio, se analisarmos bem o grupo de Pedrinho que foi rompido do grupo de Delisio e teve uma boa votação, esse grupo com certeza vai retornar agora para as eleições de 2020 porque são fiéis ao Coronel então quando a gente soma o resultado do grupo do Pedrinho com grupo do Coronel a votação é excelente, demonstra que a segunda maior força continua sendo o Coronel. Kaká e Delisio juntos seriam imbatíveis deixariam Fernando sem ter para onde correr, estaria perdido caso isso acontecesse em 2020.

Em Chorrochó Humberto mais uma vez teve prioridade total neutralizou o vice tirando de dar votos ao federal Isaac e dividiu forças do deputado estadual Zó e quase elegem Ângela Almeida isso que eu chamo de grande estratégia política. Dr Socorro praticamente desapareceu, uma votação insignificante para uma ex-candidata a prefeita dando demonstrações não querer mais disputar novamente outro pleito. Eliete se saiu bem muito bem na fita e é bem cotada aí até assumir uma vaga de vice numa chapa de oposição, já que seu deputado ficou magoado com o gestor,, Josete embora seja um bom nome na política local ficou abaixo das expectativas e seus deputados não foram eleitos. ´Porém é ainda o nome que tem mais aceitação na atual oposição, Beto como sempre é referência contra o atual oe recebe o voto de muitos opositores gestor. Dilan não consegue fazer carreira solo e é a segunda voz do gestor. Resultados as forças a maioria estão todas no mesmo grupo situação. Os aliados do gestor podem ser os seus  adversários amanhã.


 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!