De olho na Política edição 153: Cassação em Abaré durou menos de 24 h; Eleição da Câmara em Chorrochó; Comentário polêmico de Bergue em Macururé e nada de novo em Rodelas

10/01/2019 12:54

 

Aguardando o novo capitulo da longa novela que deve se estender até 2020

Prefeito Fernando Tolentino foi afastado pela Câmara de vereadores por 8 votos e o vice-prefeito Kaka de Eulina assume a prefeitura, essa novela vinha se arrastando desde o ano passado, o gestor nunca teve maioria na Câmara e após a eleição rachou com o seu vice prefeito perdendo mais dois vereadores. Em menos de 24horas após cassado Fernando conseguiu voltar a assumir a prefeitura novamente.
 

 

Alegria de um tristezas de outros

Eleição da Câmara de Vereadores de Chorrochó Noelio Alves é eleito com votos da situação e oposição. Darlan com certeza não gostou  foi o único que estava ausente na sessão.

 

 

Ganhou mais tem que ficar de olho aberto

O prefeito Humberto e seu grupo ha anos não sabem o que é perder uma eleição. Humberto vem mostrando que é com compromissos e palavras que se faz política. Porém a eleição só favoreceu os seus adversários que tiveram os antigos cargos ocupados e outras... Para continuarem se mantendo na oposição.

 

 

Fama de durões e até mesmo de Coronéis

Tenho muitos amigos políticos ,inclusive o Fernando. Mas, em toda minha vida só conheci dois prefeitos que não se escondia do povo. Delisio e Silvino. Os dois tinham fama de durões e até mesmo de coronéis, mas nas eleições eram fortes e saiam vitoriosos, pois tinha a honra da palavra e o povo sabia onde encontrar, mesmo que para ouvir um não. Já hoje, vejo políticos sem honra, sem palavras e sem moral, quando sai na rua é uma multidão de necessitados atrás e eles pensam que é popularidade e quando chega as eleições tem que comprar votos até da família. (Grupo De Olho na Política Alaercio Torres)

 

 

Relatos da campanha anterior fala de medo

 A última eleição foi tomada na base de ameaças eu sou testemunha disso pois participei da campanha e sei como funciona a campanha dos vermelhos em Abaré e é muito grande a lista de mal feitos dessa turma (Felipe Canutto De Olho na Política)

 

O lado vermelho fala que é gratificante

O mas gratificante pra mim que tenho a oportunidade de percorrer hoje todo o município e ver as pessoas de bem reconhecer o trabalho de Fernando e sua equipe ouvir eleitores que já foram do coronel prestarem depoimento emocionantes e dizerem que voto em Fernando ou em quem ele apoiar Coronel nunca mais. (Zau no Grupo De Olho na Política)


 


 

 

Sobe

 

_ Noelio Alves se fortalece com a Presidência da Câmara e passa a ser um nome forte e independente.

 

_Câmara de Vereadores de Abaré após cassação do mandato do prefeito Fernando Tolentino.

 

_Paulo Roberto comerciante de Ibó Abaré se declara pré-candidato a vereador.

 

 

Desce

 

_Tercio de Fafá perde o mandato de Presidente e diminuiu suas chances de se lançar candidato a prefeito.

 

_ Darlan de Sertão também não conseguiu se candidatar e disputar o cargo de Presidente da Câmara e não compareceu a sessão.

 

 

 Esperando o verão

Nem oposição nem situação política de Rodelas está apagada novamente após últimas eleições.

 


Em Macururé qual é a maior cultura que existe? Perguntou José Raimundo no facebook

 Em resposta a uma pergunta do meu amigo Ze Raimundo!! A cultura do descaso, onde a pasta do esporte, da cultura e lazer, são vinculados a pasta da educação. Os investimentos destinados a suprir as necessidades básicas de tais pastas, servem para manter os interesses partidários desse grupo que goza da falta de informação por parte dos cidadãos. É facilmente percebido o quanto as lideranças políticas prezam pelos empregos dos seus familiares. Quando se perguntarem pra onde vai os recursos destinados ao esporte, cultura e lazer observem para o excesso de contratados que existe. Macururé tem 672 funcionários 70 a mais que Chorrochó que é bem maior. Lembrando mais uma vez, que na gestão passada alcançamos a marca de 737 funcionários. Você meu amigo Zé Raimundo tá de parabéns pela luta incansável que dura décadas a frente do seu grupo de capoeira! Se realmente queremos mudanças, temos que discutir o que é prioridade. Bergue ( O menino de ouro)

 

 

Após postada a pergunta e resposta de José Raimundo!

Boa noite mais uma vez caros Amigos. Senhor(e)s, Como esse Grupo nada acrescenta com político ou como cidadão. Estou saindo e ficando apenas no Portal Formosa e Noticia Com Segurança, Grato, Everaldo Carvalho

 

 

Nota 10

Santo Antônio do Pambu topado quem foi uma vez vai sempre um dos maiores e mais tradicionais evento festivo e religioso da comunidade Pambu. Organizada pela comunidade o povo mostrou que mesmo diante de lideres que cruzam os braços para a tradição e cultura do município quem faz a diferença é o povo todos mais uma vez lotaram as ruas e povoado e fizeram uma linda festa.

 

Nota 0

As disputas política pelo poder estão acima de tudo e de todos e só quem sai perdendo sempre é a população que mais necessita.

 

Sem saída

Dilan vem ficando sem saída no cenário político se continuar pretendendo se lançar candidato a prefeito. O grande problema é que o atual gestor com certeza deve querer ir pra reeleição e se Dilan quiser vai ter que sair do grupo e ai fica a brecha para o gestor recolocar suas peças perdidas de volta muitos estão babando por essas vagas. Mesmo assim o único nome com forças capaz de enfrentar o gestor no momento é o próprio vice Dilan.

 

Frase da Semana

“Não é nada fácil organizar e realizar um evento desse porte sem o apoio do poder público e sem recurso algum. Muitos carregam a fé, a esperança, a coragem e com esses ingredientes indispensáveis à vida enfrentaram e realizaram os festejos de Santo Antônio do Pambu que há quase 400 anos acontece na Comunidade de Pambu!” Socorrinha Tumbalalá

 

Socorro, socorro ela sumiu

Dr Socorro continua ausente no município sinal que não pretende mais tentar a arrevanche contra aquele que ela fazia questão de enfrentar em 2016

 

Minha Opinião

Os empregos nas cidades pequenas surgem através das disputas políticas que acontecem em quatro em quatro anos. Na verdade se os grandes vivem disso e enriquecem até mesmo seus familiares e correligionários através da maquina, imagina quem to desempregado e ainda não conseguiu passar em um concurso público. Todos da região travam uma disputa política para estar do lado da maquina a prefeita. Tirando a aposentaria rural a prefeitura ainda é a maior TETA das cidades pequenas. Por tanto amigos são vários sobreviventes da política disputando uma vaga no cenário atual. (Redator da Coluna no Grupo de Olho na Política)

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!