Expansão do metrô até a Barra é debatida na Seplan

10/05/2019 10:06

A expansão da linha 1 do Sistema Metroviário de Salvador até o bairro da Barra foi debatida nesta terça-feira (07), durante reunião entre o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, e o diretor presidente da Companhia de Transportes do Estado da Bahia, José Eduardo Ribeiro Copello. Estudos preliminares apontam que o novo trecho poderá ter aproximadamente três quilômetros de extensão, contando com até quatro estações subterrâneas em São Raimundo (Politeama), Campo Grande, Graça e Barra.

O secretário Walter Pinheiro destaca que estudos elaborados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), órgão vinculado à Seplan, apontam para uma estimativa de fluxo de 117.720 passageiros por dia no novo trecho, num sistema que registrou a marca de 370 mil usuários por dia neste mês de maio. “O estudo da SEI demonstra, claramente, que há um deslocamento enorme de pessoas de diversas regiões da cidade com ônibus, num fluxo para uma região que tem uma grande densidade demográfica e concentração de atividades econômicas em hotéis, clínicas, universidades, hospitais, restaurantes, escolas, shoppings, enfim, numa movimentação imensa de pessoas e uma baixa qualidade na oferta de transporte, o que implica num tempo maior de deslocamento para os trabalhadores que saem de outras áreas da cidade para aquela região”, destaca Pinheiro ao ressaltar que somente nos hospitais das Clínicas e Português são mais de 16 mil funcionários.  

O secretário afirma, ainda, que o projeto vai demandar o aprofundamento de estudos por demanda e o detalhamento de estudo técnico de engenharia, incluindo alternativas de traçado. “Mas eu diria que o principal estudo disso é como nós vamos interferir de forma positiva na cidade, melhorando as vidas das pessoas. É bom lembra que hoje o maior movimento de pessoas de Salvador não é para as cidades da Região Metropolitana, é um movimento aqui dentro. Então, na realidade, o metrô tem a responsabilidade e o princípio básico de fazer o transporte de massa, mas também de  tirar veículos da rua para, de uma vez por todas, também resolver um problema seríssimo de transporte na cidade”, complementa.

O diretor presidente da CTB, José Eduardo Ribeiro Copello, avaliou positivamente a reunião. “Foi uma reunião de prospecção e de busca de habilidade de mais um trecho, uma expansão do metrô que pode significar mais um passo, melhorando a mobilidade urbana aqui para a população de Salvador e Região Metropolitana e, sem dúvidas, abre-se perspectivas de ampliação desse projeto”, disse. 


 
Foto: Ascom/Seplan
 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!